Blog do Boris Boris Feldman

28/12/2020 - 6 minutos de leitura.

VW up! 2021 cumpre a lei, mas coloca quinto ocupante em perigo

“Me engana que eu gosto”, pois, na prática, a linha 2021 o subcompacto vai levar o quinto passageiro sem cinto

Volkswagen Up! 2021 chega às lojas apenas na versão topo de linha Xtreme com motor 1.0 TSI turbo flex Crédito: Volkswagen/Divulgação

A legislação brasileira passou a exigir cintos de três pontos para todos os passageiros nos carros fabricados a partir de 2020. O VW up! foi homologado na Europa para quatro ocupantes, mas para cinco no Brasil.

Apesar de o VW up! ser o melhor subcompacto produzido no Brasil, não terá uma longa sobrevida no nosso mercado. A Volkswagen, espertamente, mudou a homologação do carro para quatro passageiros. E se esquivou de qualquer ilegalidade pespegando no centro do encosto do banco traseiro uma ridícula etiqueta avisando ser proibido se assentar ali.

VEJA TAMBÉM:

Ela sabe que a determinação jamais será cumprida, mas cabe ao motorista fazer cumprir a nova homologação que só permite levar quatro pessoas.

No “release” divulgado pela fábrica para comunicar o modelo 2021 do up!, que chega agora nas concessionárias (por R$ 59.990), veja o trecho em que a VW explica a “maracutaia”:

“Agora, o modelo produzido na fábrica da Volkswagen em Taubaté, interior de São Paulo, passa a transportar até quatro ocupantes, todos com encosto de cabeça e cinto de segurança de três pontos, atendendo totalmente a legislação vigente.”

Para cumprir – a rigor  – a “legislação vigente”, o correto seria a fábrica investir num cinto de três pontos no centro do banco traseiro, o que não compensaria financeiramente pois o carro terá vida reduzida. Mas ela o fez no Gol, Voyage e Fox.

No frigir dos ovos:

1. Para cumprir a legislação que objetiva aumentar a segurança exigindo cintos de três pontos para os cinco passageiros, a Volkswagen fez o contrário: reduziu a segurança eliminando o cinto de dois pontos que havia no centro do banco traseiro;

2. Ao substituir o cinto por uma etiqueta, ela ainda reduziu seu custo, mas deixa o passageiro do centro do banco sem a proteção do cinto que existia até os modelos produzidos em 2019;

3. É óbvio, e a fábrica sabe que os usuários do novo VW up!, homologado agora para quatro passageiros, não deixarão de levar o quinto em função da ridícula etiqueta;

4. A fábrica transferiu para o motorista a responsabilidade de cumprir a legislação. Mas ele, por sua vez, sabe que poderá transgredi-la pois nenhum policial vai parar o vw up! com cinco passageiros só para conferir o ano de fabricação. (até 2019 era permitido)

5 . Se o up! 2021 foi homologado para quatro passageiros, a VW tinha a obrigação moral de desenvolver um novo banco traseiro que não permitisse o terceiro ocupante. O que custaria mais do que investir no cinto de três pontos. Então, a tortuosa solução foi a etiqueta.

VW up! 2021 só é vendido em uma versão

A partir de agora, na linha 2021, o VW up! passa a ser vendido em versão única: a Xtreme TSI. O enxugamento da gama, aliás, é outro sinal de que o modelo dá os últimos suspiros no mercado brasileiro. Essa configuração é sempre equipada com o motor 1.0 de três cilindros turbo, com injeção direta, capaz de render 105 cv de potência com etanol e 101 cv com gasolina, além de 16,8 kgfm de torque com ambos os combustíveis.

O VW up! 2021 traz, de série, direção elétrica, volante multifuncional, ar-condicionado, sensor de estacionamento traseiro, banco do motorista e coluna de direção com ajuste de altura, computador de bordo, chave tipo canivete com comando remoto, rodas de liga leve de 15 polegadas, sistema de som e travas, vidros dianteiros e retrovisores elétricos.

Mais artigos
caoa
 10 “mágicas” no automóvel devidamente esclarecidas
mercedes-benz, classe c, sedã, iracemápolis

Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais