Você está lendo...
Aceleramos: Audi e-tron GT estreia em Interlagos com 530 cv; veja o preço
Lançamentos

Aceleramos: Audi e-tron GT estreia em Interlagos com 530 cv; veja o preço

Audi e-tron GT tem dois motores elétricos que geram 530 cv e aceleração entre zero a 100 km/h em 4,1 segundos; cupê tem preço promocional

Vagner Aquino, especial para o Jornal do Carro

20 de jul, 2023 · 6 minutos de leitura.

Publicidade

Audi
Modelo também está disponível para assinatura por preços a partir de R$ 15.480
Crédito:Vagner Aquino/Jornal do Carro

A Audi escolheu o Autódromo de Interlagos, em São Paulo, para dar sequência à sua estratégia de eletrificação no Brasil. O famoso circuito paulista que recebe a Fórmula 1 sediará neste fim de semana o Festival Interlagos 2023, evento que abre ao público nesta sexta-feira (21) e vai até o próximo domingo (23). O esportivo elétrico da marca das argolas tem preço sugerido de R$ 769.990. Mas a montadora faz promoção e pede R$ 699.990 para quem comprar o e-Tron GT até o dia 31 deste mês.



Disponível também por assinatura no programa Audi Signature (mensalidades a partir de R$ 15.480), o e-tron GT é a versão mais mansa do RS e-tron GT. Desse modo, tem dois motores elétricos - um no eixo dianteiro e outro no eixo traseiro, portanto, com tração integral Quattro. Juntos, geram 476 cv ou até 530 cv no modo overboost, além de 65,2 mkgf de torque máximo imediato.

Com coeficiente de arrasto (Cx) de apenas 0,24, o esportivo leva 4,1 segundos para arrancar de zero até os 100 km/h. A velocidade máxima é de 245 km/h. O Jornal do Carro teve um breve contato com o modelo na pista do Autódromo de Interlagos. Na prática, o comportamento é insano. Basta tacar o pé no acelerador e o carro sai em disparada. A tração integral ajuda no controle dinâmico, assim como a direção, que é extremamente direta e rápida. Já o câmbio tem só duas marchas, uma para baixa e outra para alta velocidade.

Publicidade


Audi
Lançamento aconteceu no Autódromo de Interlagos (Vagner Aquino/Jornal do Carro)

Baterias

Feito em Neckarsulm (Alemanha), de acordo com a Audi, em uma linha de montagem 100% neutra em carbono, o e-tron GT tem baterias (sob o assoalho) com 93 kWh. No modo AC de 22 kW, portanto, a recarga dura 4 horas. Em carregadores de alta potência, pouco mais de 1 hora. São, a princípio, 396 módulos que pesam 630 kg. De acordo com a fabricante, a autonomia é de até 501 km. Isso, pelo ciclo europeu WLTP. Já pela medição do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), são 308 km com a carga completa.

Estética

Em linhas gerais, o e-tron GT se destaca pelo formato largo e baixo. Tem 1,96 metro de largura e apenas 1,41 m de altura. Na dianteira, tem faróis full LEDs e a grade frontal que a Audi chama de Singleframe. Nas laterais, contudo, rodas de 20" que mesclam tons preto brilhante e prateado. Atrás, aerofólio, lanternas unidas por uma barra de LEDs e difusor.


Audi e-tron GT (Vagner Aquino/Jornal do Carro)

No acabamento, grade em cinza e detalhes cromados. Já o pacote Black Plus ostenta detalhes na cor preta e grade na cor do carro. Por dentro, tem painel de instrumentos digital, central multimídia com espelhamento Android Auto e Apple CarPlay (sem fios), câmera 360 graus, navegador e som de 710w da marca premium Bang Olufsen com 16 alto falantes. Os bancos são esportivos e revestidos com couro e Alcântara.

Audi
Esportivo elétrico tem vasta tecnologia e diversos itens de segurança (Vagner Aquino/Jornal do Carro)

Tem, ademais, pacote de iluminação com 30 cores, teto panorâmico de vidro, Park Assist Plus e o pacote ADAS, com sistemas de assistência ao motorista, como controle de cruzeiro adaptativo e assistente de ponto cego, por exemplo. Na lista de opcionais, têm pacote Black Plus, por R$ 15 mil, e rodas de 20 polegadas com design Aero (R$ 5.000). Já o Head-Up Display não sai por menos de R$ 16 mil.

VEJA TAMBÉM
5 produtos essenciais para cuidar do seu carro

Siga o Jornal do Carro no Instagram!


O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Chevrolet Bolt EUV: como é o SUV elétrico rival de Nissan Leaf e Peugeot e-2008
Deixe sua opinião