Você está lendo...
BMW M3 ganha versão perua pela primeira vez após 36 anos de produção
Notícias

BMW M3 ganha versão perua pela primeira vez após 36 anos de produção

Equipado com o mesmo motor de 510 cv do sedã, BMW M3 Touring entrará em pré-venda na Europa em setembro; perua não deve vir ao Brasil

Jady Peroni, especial para o Jornal do Carro

26 de jun, 2022 · 6 minutos de leitura.

Novo BMW M3 Touring será vendido inicialmente na Europa
Crédito:Divulgação/BMW

Após 36 anos em produção e muitos fãs e clientes ao redor do mundo, o BMW M3 tem uma novidade para os entusiastas mais puristas. O esportivo, que sempre foi vendido exclusivamente na carroceria sedã, ganhou a opção Touring pela primeira vez. O modelo foi revelado no Festival de Velocidade de Goodwood 2022, ao lado do - também novo - M4 CLS. Dessa forma, o M3 faz sua grande estreia na versão station wagon.

De acordo com a BMW, a perua do M3 estará disponível apenas em uma versão, a Competition, que recebe a mesma mecânica do sedã. Ou seja, vem com o motor 3.0 turbo de seis cilindros em linha, que gera 510 cv de potência e 66,3 mkgf de torque máximo. O câmbio é automático de oito marchas. Com esse conjunto, o inédito M3 Touring atinge velocidade máxima de 250 km/h. Entretanto, o modelo pode alcançar 280 km/h com o pacote M Driver opcional. Já a aceleração de zero a 100 km/h é feita em rápidos 3,6 segundos. A tração é integral.

BMW M3 touring
Divulgação/BMW

Cresceu de tamanho

Para transformar o sedã em perua, o M3 passou por alterações importantes. A carroceria, por exemplo, ficou 7,6 centímetros mais larga. Ou seja, agora tem 1,90 m de largura. Com um espaço generoso, a perua ainda possui 4,8 m de comprimento e 2,86 m de entre-eixos, que aumentaram significativamente o espaço traseiro. Além disso, vale citar o porta-malas generoso que, com os bancos rebatidos, pode chegar aos 1.510 litros.

Para comportar as novas medidas, a BMW trabalhou em reforços para o M3 Touring. Assim, o modelo conta com novas estruturas na parte inferior. Com isso, pesa 85 kg a mais que o sedã, com 1.865 kg. No entanto, segundo a marca alemã, a perua M3 tem novos amortecedores para sustentar o ganho de peso, bem como a suspensão adaptativa. Além disso, há opcionais que podem reduzir esse número, como algumas peças feitas de fibra de carbono e os discos de freios de carbono-cerâmica, que são mais leves e também mais eficientes.

BMW M3 Touring
Divulgação/BMW

Visual renovado

No design, a BMW trouxe algumas mudanças pontuais, com linhas mais robustas e alargadas. Na dianteira, claro, o foco vai para a enorme grade com barras verticais. Enquanto isso, as rodas são de liga leve de 19 polegadas na frente, e de 20 polegadas atrás. Contudo, o destaque é a traseira inédita, que traz um spoiler e tem para-choques esportivo com um difusor e quatro saídas de escape.

Seguindo para a cabine, o M3 Touring é bem parecido com o sedã. Porém, conta com novos adendos da divisão M. Exemplo disso são os bancos esportivos, bem como o revestimento de couro com quatro opções de cores. No painel, traz a tela curva com a central multimídia de 14,9" e um quadro de instrumentos de 12,3". De acordo com a BMW, o teto vem na cor preta de fábrica. Mas, é possível escolher a pintura com uma cor só como opcional.

Divulgação/BMW

Foco é a Europa

O BMW M3 Touring vai estrear em dezembro na Europa, seu principal mercado. Afinal, diferente do Brasil, as peruas ainda fazem sucesso por lá. No entanto, a montadora já deixou claro que pretende expandir as vendas para países como Austrália e Japão. Então, por enquanto, o mercado brasileiro está fora dos planos. Rival direta da Audi RS4 Avant, a perua da BMW terá preços a partir de 97.800 euros - cerca de R$ 530 mil na cotação atual.

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Deixe sua opinião