Multas
Reprodução/Serpro

Carteira Nacional de Trânsito ganha novo visual e mais funções no app

Aplicativo da Carteira Nacional de Trânsito (CDT) permite pagar multas com desconto e fazer transferência de veículos; veja como funciona

Por Jady Peroni 27 de set, 2022 · 5m de leitura.

A Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran) revelou a nova versão da Carteira Digital de Trânsito (CDT). O aplicativo reúne documentos como, por exemplo, a versão digital da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e o Certificado de Registro e o Licenciamento do Veículo (CRLV). Com a atualização, o app passa a ser mais intuitivo. A novidade foi revelada na apresentação do Cadastro Positivo de Condutores, novo programa que dará benefícios aos motoristas que não tenham cometido infrações de trânsito em um período de 12 meses.

Disponível para os sistemas Android e IOS, o aplicativo recebeu divisões mais específicas. Após fazer o login, o usuário se depara com quatro botões principais. A área “condutor” mostra informações pessoais, bem como exibe a CNH digital e o Cadastro Positivo. Em “educação”, o condutor consegue visualizar as campanhas e as regras de trânsito.

CNH Detran trânsito
Divulgação/Detran-MT

Na categoria “veículos”, há uma lista de bens vinculados ao CPF ou CNPJ do cliente. Além disso, mostra o CRLV e atalhos para realizar a transferência de veículos, comunicar a venda, entre outros. Por fim, há o botão “infrações”. Este permite que o motorista veja e pague as multas direto no aplicativo.

Facilidades

Vale destacar que, como antecipado pelo Jornal do Carro, o app da Carteira Digital de Trânsito aumentou os benefícios ao cidadão. A plataforma passou a permitir que os motoristas paguem multas de trânsito com até 40% de desconto. Mas o abatimento considera o melhor dos cenários, em que o condutor, por exemplo, desiste de contestar a infração. O desconto, assim, corresponde ao valor economizado com custos administrativos, impressão e envio pelos Correios.

IPVA cadastro
Nilton Fukuda/Estadão

Há também a venda digital com transferência online de propriedade do veículo. Neste, o cidadão comum (pessoa física) já pode transferir o documento digitalmente pelo aplicativo da CDT, sem ter de ir a um cartório reconhecer firma e sem custos. A validação, dessa forma, é feita eletronicamente pela plataforma “gov.br” no app. Veja como funciona.

É possível acessar o licenciamento

A CDT também permite que o condutor veja o CRLV. No entanto, antes, basta informar o número do Renavam. Em seguida, é só pagar a taxa. Dá para quitar o imposto via internet banking, nas casas lotéricas ou em caixas eletrônicos e outros aplicativos.

Licenciamento
Vagner Aquino/Jornal do Carro

Junto com o licenciamento, todos os débitos, como multas e IPVA, por exemplo, deverão ser quitados. Caso contrário, o processo trava. Na sequência, o documento digital fica, então, disponível para download e impressão. Basta, portanto, acessar o item “Licenciamento Digital”.

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Newsletter Jornal do Carro

Complete seu cadastro para receber as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.

Campo obrigatório
Tudo certo!

Seu cadastro foi enviado. Em breve você receberá as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.