José Antonio Leme

13/10/2020 - 8 minutos de leitura. Atualizado: 12/10/2020 | 18:35

Teste: Chevrolet Trailblazer chega em sua melhor forma na linha 2021

SUV da S10 ganha reestilização com dianteira mais refinada, mais equipamentos e é oferecida em versão única a R$ 269.850

trailblazer
CHEVROLET TRAILBLAZER 2021 Crédito: CHEVROLET
Carro

Vai comprar um 0km? Nós te ajudamos a escolher.

A Chevrolet apresentou em setembro a reestilização do Trailblazer. O “SUV da S10”, chegou à linha 2021 com novo visual, mais tecnologia e equipamentos. Oferecido em versão única agora, o modelo claramente chegou em sua melhor forma no mercado vista até agora.

Um dos três únicos SUV derivados de picape à venda no Brasil (há também o Toyota SW4 e o Mitsubishi Pajero Sport), é amado por famílias grandes. Com tabela de R$ 269.850, o Trailblazer só está disponível na versão Premier com sete lugares.

A nova dianteira é a mesma da versão High Country da S10. Traz o nome Chevrolet escrito por extenso na grade e a gravatinha que geralmente ocupa o centro foi deslocada para o canto esquerdo, de tamanho discreto. Além disso, o para-choque também é novo e traz molduras diferenciadas nos faróis de neblina. Na traseira, tudo segue inalterado. Por fim, as rodas de 18 polegadas tem novo desenho.



trailblazer
CHEVROLET

Mais equipamentos

O Chevrolet Trailblazer traz a nova geração da central multimídia MyLink. Entre as novidades associadas a ela estão a integração com Android Auto e Apple CarPlay sem uso de fio, que também chegou ao Onix Premier na linha 2021. Há também a chegada do sistema de Wi-Fi nativo com um chip 4G integrado ao carro. É possível conectar até sete dispositivos de uma vez e ele é usado para atualizações em sistemas do SUV.

Toda essa interatividade fica completa com o aplicativo MyChevrolet. Ele permite, entre outras coisas ativar o ar-condicionado antes de entrar no veículo ou ver itens da telemetria, como o nível do combustível. Tudo na tela do smartphone do proprietário.

A câmera traseira agora oferece alta definição na imagem; item que faz toda diferença em um carro com 4,87 metros de comprimento e 1,90 m de largura. Além das demais dimensões do grandalhão. Já que falamos de medidas, vale dizer que com os 7 assentos em uso, o porta-malas tem 205 litros, com cinco são 554 litros e com apenas motorista e passageiro chega 1.830 litros.

trailblazer
CHEVROLET

O Trailblazer já oferecia banco do motorista com regulagem elétrica, controles de tração, de estabilidade e de descida. A lista traz ainda sensores de chuva e luz, além de assistente de partida em rampa e sensores de pressão nos pneus. Já contava também com alertas de colisão frontal, de saída de faixa de rolagem e de ponto cego.

Há também seis air bags, apesar de não atender a terceira fileira de ocupantes, o que é uma falha. A lista já extensa cresceu mais com a adoção de frenagem autônoma de emergência com detecção de pedestres. O sistema freia o veículo sozinho em velocidades entre 8 km/h e 80 km/h.

trailblazer
CHEVROLET

Inscreva-se no canal do Jornal do Carro no YouTube

Veja vídeos de testes de carros e motos, lançamentos, panoramas, análises, entrevistas e o que acontece no mundo automotivo em outros países!

Inscrever-se

Motorização

Sob o capô está o já conhecido e consagrado motor quatro cilindros, 2.8, turbodiesel, de 200 cv e 51 mkgf. O câmbio é o automático de seis marchas e a tração 4×4 com reduzida. Se foram mantidos os números do propulsor é importante reforçar que há uma nova turbina e um remapeamento do programa de gerenciamento.

Vale lembrar que tanto S10 quanto Trailblazer já haviam recebido um “amortecedor” na transmissão. O dispositivo foi criado para oferecer uma transição mais suave entre a aceleração e a resposta do carro. Eliminando os “pulinhos” quando a aceleração era mais brusca que o usual.

Diferentemente dos mais modelos da Chevrolet, na Trailblazer é possível realizar trocas manuais colocando a avalanca para o lado. Na maioria dos veículos, a troca é por meio de um botão que fica na lateral da alavanca e, portanto, é preciso usar o polegar para as trocas. O sistema usando a própria alavanca é mais prático e intuitivo.

trailblazer
CHEVROLET

Interior e dirigibilidade

O interior do Trailblazer é algo que já conhecemos e também é o mesmo da S10, sem deméritos. Os comandos são bem posicionados, a posição de guiar é agradável e há boa visibilidade para todos os pontos do SUV. O banco é confortável e, dentro do possível, atende a necessidade de segurar motorista e passageiro nas curvas.

Para quem vai atrás, o espaço é bom, exceto para o ocupante do meio, que sofre com o túnel elevado. A terceira fileira basicamente é dedicada a crianças, importante dizer. Se precisar realizar viagens curtas é possível que um adulto vá ali, mas não é o espaço ideal.

trailblazer
CHEVROLET

Como um SUV alto, robusto e derivado de picape, a dirigibilidade não é realmente o ponto mais forte do Trailblazer. Mas dentro do que se propõe, ele não faz feio no asfalto. Óbvio, é na terra que fica evidente a verve de picape que existe nele e surge o melhor lado.

A suspensão traseira de eixo rígido, passa robustez, mas faz pular no asfalto e lombadas. Por outro lado, encara muito bem a buraqueira do dia a dia; já que as cidades parecem cada vez mais um off-road diário. A direção elétrica não tem respostas tão diretas, mas a culpa fica mais nas dimensões e no pneu misto do que exatamente na calibragem do sistema.

trailblazer
CHEVROLET

FICHA TÉCNICA – CHEVROLET TRAILBLAZER 2021 PREMIER

PREÇO: R$ 269.850
MOTOR: 2.8, 4 CIL., TURBO, 16V, DIESEL
POTÊNCIA (CV): 200 A 3.600 RPM
TORQUE (MKGF): 51 A 2.000 RPM
CÂMBIO: AUTOMÁTICO, 6 MARCHAS
TRAÇÃO: 4X4 COM REDUZIDA
LUGARES: SETE
PESO: 2.161 KG

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais