toyota
Toyota/Divulgação

Com aposta em híbridos, Toyota deve anunciar lucros maiores que rivais

Em breve, Toyota vai anunciar os resultados de 2023 e especialistas apostam que marca japonesa deve vencer rivais por apostar em híbridos

Por Jady Peroni 05 de fev, 2024 · 5m de leitura.

No começo deste ano, o presidente mundial da Toyota, Akio Toyoda, anunciou que a empresa vai manter a produção de motores a combustão. Assim, o objetivo é continuar a oferecer várias opções de tecnologia, apostando principalmente em híbridos. Com essa estratégia, a montadora japonesa adota uma postura diferente de outras marcas, que apostam nos modelos elétricos. Seja como for, nessa linha, a Toyota pode conseguir resultados maiores que as rivais.

Embora as vendas de carros elétricos tenham crescido, há ainda alguns empecilhos para as marcas e os compradores. Nos Estados Unidos, por exemplo, as elevadas taxas de juros fazem com que as fabricantes recuem na produção de carros elétricos. Além disso, torna os modelos mais caros para o público. Assim, dificulta o processo de vendas.

Divulgação/Toyota
Divulgação/Toyota

Em contrapartida, a Toyota deve oferecer uma melhor perspectiva, já que grande parte dos consumidores que opta por um veículo eletrificado, vem apostando em híbridos. Para se ter uma ideia, a categoria representa um terço das vendas totais da marca, que alcançou mais de 10 milhões em 2023.

“Quase todos os modelos que vendemos agora são exclusivamente híbridos ou possuem uma variante híbrida”, disse o gerente geral da Walser Toyota, uma concessionária em Minnesota, Greg Davis, à Reuters. Nessa linha, a Toyota pretende tornar o Camry no seu sedã mais vendido nos EUA. O modelo, aliás, conta apenas com opção híbrida. E, de acordo com a marca, a próxima geração seguirá a mesma estratégia.

Estratégia pode oferecer riscos

Aliás, mesmo com o aumento nas vendas da marca, alguns especialistas apontam que o plano da Toyota pode oferecer um grande risco. Afinal, a categoria de elétricos pode voltar a crescer. Assim, a fabricante estaria atrasada na produção de veículos puramente a bateria. Ao todo, a Toyota vendeu cerca de 104 mil modelos 100% elétricos em 2023. Ou seja, representa apenas 1% de suas vendas totais, que incluem os modelos da marca de luxo, a Lexus.


Divulgação/Toyota
Divulgação/Toyota

“O maior risco da Toyota é sobre a adoção de BEVs (VEs a bateria) pelos consumidores. Se a adoção de BEVs pelos consumidores mudar novamente e acelerar, a Toyota pode não estar totalmente preparada com soluções competitivas de BEV”, disse Stephanie Brinley, diretora associada da S&P Global Mobility.

Toyota vendeu mais híbridos nos EUA

Seja como for, segundo o site Autoblog, as vendas de híbridos nos EUA vêm aumentando por conta dos altos preços de modelos elétricos. Além disso, há também uma preocupação forte em relação a autonomia. No entanto, por conta da alta demanda, o tempo para receber o veículo também aumentou. O prazo de entregas da Toyota, por exemplo, está cada vez maior. Mas, mesmo com a demora, a montadora japonesa se tornou a maior vendedora de híbridos no país norte-americano, segundo os dados da S&P Global Mobility.


Jornal do Carro também está no Instagram!

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Aceleramos o Defender 110 PHEV, que roda 51 km em modo elétrico
Newsletter Jornal do Carro

Complete seu cadastro para receber as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.

Campo obrigatório
Tudo certo!

Seu cadastro foi enviado. Em breve você receberá as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.