Onix
Chevrolet/Divulgação

GM paralisa fábrica do Chevrolet Onix no RS por conta das chuvas

Unidade de Gravataí tem operações suspensas até o próximo dia 10; Instituto GM vai apoiar funcionários afetados pela tragédia

Por Thais Villaça 07 de mai, 2024 · 4m de leitura.

Depois do lay-off programado entre os dias 2 e 6 de maio em Gravataí (RS), a GM estendeu a paralisação das atividades da fábrica até o próximo dia 10 (sexta-feira) por conta das fortes chuvas que atingem o Estado. No local, são produzidos os modelos Onix e Onix Plus, carros mais vendidos da marca no País. 

A unidade, que já estava em recesso nos últimos dias para ajustes na cadeia de suprimentos, deveria voltar a operar nesta terça-feira. Assim, o retorno deve ocorrer na próxima segunda-feira (13), mas a paralisação pode se estender caso as condições climáticas se agravem.

Apesar de Gravataí não ter sido tão afetada quanto outros municípios vizinhos, a Prefeitura decretou situação de emergência na região na última semana. A fábrica da GM, contudo, não sofreu prejuízos no período.

Em parceria com o Instituto GM, a montadora reúne voluntários para apoiar seus funcionários que foram atingidos pela catástrofe. Além disso, vem ajudando a comunidade com doações em dinheiro, alimentos e roupas, além de emprestar veículos para operações de resgate.

onix mais econômicos GM
Chevrolet/Divulgação

GM vai investir R$ 7 bilhões no Brasil

Em janeiro, a GM anunciou que fará investimentos de R$ 7 bilhões no País até 2028 para renovar sua gama de produtos e focar, principalmente, na mobilidade sustentável. Além disso, a empresa pretende modernizar suas fábricas para desenvolver tecnologias customizadas para o mercado brasileiro.

Desde o anúncio, a Chevrolet já renovou produtos como a minivan Spin, a picape S10 e o SUV Trailblazer. Mudanças na linha Onix também devem ocorrer no primeiro semestre de 2025, já que hatch e sedã perderam espaço por não receberem atualizações importantes desde de 2019. O Onix chegou a ser o modelo mais emplacado do mercado brasileiro entre 2015 e 2020.

Outra aposta da montadora deverá ser nos carros híbridos flex. De acordo com o presidente da GM International, Shilpan Amin, “o Brasil é estratégico para o plano global de expansão de negócios da GM. Além de ser um polo exportador de veículos para a América do Sul, conta com um amplo centro de desenvolvimento de engenharia e é um mercado com alto potencial de crescimento com vocação também para veículos de novas tecnologias, em sintonia com a matriz energética predominantemente limpa do País”.


Siga o Jornal do Carro no Instagram!

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Chevrolet Spin 2025: veja tudo o que mudou no carro de 7 lugares
Newsletter Jornal do Carro

Complete seu cadastro para receber as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.

Campo obrigatório
Campo obrigatório
Cep inválido
CPF/CNPJ inválido
Telefone inválido
Tudo certo!

Seu cadastro foi enviado. Em breve você receberá as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.