Notícias

Hyundai Azera dos anos 1980 vira sedã elétrico com estilo retrô

Modelo tem visual quadradão e mescla entre itens modernos e clássicos; motorização não foi especificada pela Hyundai

Vagner Aquino, especial para o Jornal do Carro

17 de nov, 2021 · 5 minutos de leitura.

Hyundai
Hyundai Grandeur Heritage Series Concept será usado apenas para eventos de demonstração
Crédito:Hyundai/Divulgação

A mudança brusca da vida em sociedade, que tornou tudo mais tecnológico, imediato e superficial nos últimos anos, vem despertando aquele efeito nostálgico nas pessoas. É tanto que reviver a moda, as músicas e os costumes dos anos 1980 nunca esteve tão em alta. Essa prática da releitura, aliás, já chegou até ao mundo dos carros. O mais novo exemplar retrô do mercado é o Hyundai Grandeur Heritage Series EV Concept, que nada mais é que uma versão moderna da primeira geração do Azera, entretanto, com motorização elétrica.

Hyundai
Hyundai/Divulgação

Conhecido como Grandeur na Coreia do Sul, o sedã de 1986 (foto abaixo), a princípio, foi desenvolvido em parceria com a Mitsubishi, que lançou seu Debonair - à lá Verona e Apolo, na época da Autolatina, que juntou Ford e Volkswagen.

Hyundai/Divulgação

Agora, em 2021, a marca resolveu homenagear sua própria história, relendo o seu sedã de luxo. Para isso, a marca sul-coreana trocou o motor a gasolina de 2,0 litros por um propulsor elétrico. A marca, no entanto, não deu detalhes do conjunto.

Por fora e por dentro

A homenagem da Hyundai ao clássico - feito também realizado com o Pony, seu primeiro modelo, para antecipar o Ioniq 5 - converteu o sedã tanto por fora quanto por dentro, porém, sem sair do conceito original.

Hyundai/Divulgação

Visualmente, o sedã tem praticamente as mesmas linhas retas, usuais na década de 1980. Os formatos dos faróis e das lanternas são os mesmos, contudo, receberam iluminação em LEDs. Mas nada de grafia moderna. A Hyundai optou por pequenos pontos luminosos (ou pixels) - como na linha Ioniq.

Ainda na dianteira, a grade (desnecessária em modelos elétricos) recebeu detalhes cromados também em forma de pequenos quadradinhos. Retrovisores também foram levemente redesenhados e a rodas têm acabamento polido.

Hyundai/Divulgação

Do lado de dentro, no entanto, as diferenças em relação ao modelo original são mais notáveis.

O painel e os painéis de portas ganharam acabamento em madeira e couro. Já os bancos são revestidos com Alcântara e veludo - tecido luxuoso à época. O toque moderno fica com a tela gigante que une painel de instrumentos e central multimídia - bem ao estilo Mercedes-Benz.

Hyundai
Hyundai/Divulgação

Piano

E não para por aí. Tem, nesse sentido, uma tela no console que traz funções extras para o entretenimento. Por ela, há possibilidade de controlar o sistema de áudio do veículo - que inclui 18 alto-falantes - e até tocar piano. É isso aí, o display pode se transformar em um piano digital, que funciona com o carro parado.

Hyundai
Hyundai/Divulgação
Continua depois do anúncio

A iluminação interior, por fim, é feita por pequenos LEDs (como nos faróis e nas lanternas) que emitem tom acobreado. O volante tem vários comandos e a alavanca de câmbio, em síntese, é em estilo manche - como os aceleradores de aviões.

Uma pena que não passa de um conceito. A Hyundai não pensa, portanto, em transformar o Grandeur Heritage Series EV Concept - nem qualquer outra releitura - em versão de produção. Todavia, algumas soluções serão reaproveitadas no Ioniq 6, que será um sedã elétrico de luxo.

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se