JAC/Divulgação

JAC prepara novos lançamentos no Brasil, incluindo picape e SUV

Chinesa JAC prepara ofensiva no Brasil para combater o avanço de GWM e BYD; modelos novos incluem picape e hatch elétricos, e SUV híbrido

Por Rodrigo Tavares 05 de jan, 2024 · 5m de leitura.

A JAC planeja trazer ao Brasil lançamentos para ter chances de enfrentar concorrentes como BYD e GWM, por exemplo. Assim, aposta em segmentos onde as rivais têm relativa força, por meio de um compacto elétrico, uma picape e até mesmo um SUV híbrido, renovando sua estratégia de eletrificação no País.

Detalhes sobre novos modelos apareceram em um post nas redes sociais da marca, que apresenta uma recapitulação do ano de 2023 para a montadora no Brasil. No vídeo, destaca-se a parceria da marca com a Uber, o prêmio de melhor revenda para o compacto elétrico EJS-1, a frota de E-J7 para a polícia de São José dos Campos (SP), bem como também a redução dos preços.

Três modelos da JAC estão a caminho

JAC/Divulgação

Assim, já no fim do vídeo, três modelos que ainda estão por vir aparecem de relance. O compacto Y3 é um deles, concorrente direto de modelos como o BYD Dolphin e GWM Ora 03, e já foi visto em testes no Brasil. Desenvolvido em parceria com a Volkswagen, dona de 75% da JAC na China, o Y3 é feito sobre a plataforma D1, mais sofisticada que a do E-JS1, por exemplo.

Há duas opções de trem de força, mas não se sabe qual virá ao País. A primeira traz um motor elétrico alimentado por bateria de 41 kWh para entregar 95 cv e 13,8 mkgf de torque. Nesse caso, a autonomia é de 405 km (lembrando que os números são segundo o ciclo chinês, mais “generoso” que os tradicionais). Já a segunda tem bateria de 51,5 kWh e rende 136 cv e 21,4 mkgf. O alcance é de 505 km. Em ambas, entretanto, a velocidade máxima é de 150 km/h.

SUV e Picape também estão cotados

JAC/Divulgação

Outro modelo a aparecer foi o SUV JS6, ou QX PHEV, primeiro híbrido plug-in da marca chinesa. De porte um pouco maior que o Jeep Compass, por exemplo, o modelo médio deverá encarar rivais como BUD Song Plus e GWM Haval H6, ambos híbridos. Além disso, deve disputar espaço com o Toyota Corolla Cross, na mesma configuração.


O SUV conta com um motor 1.5 a gasolina com 110 cv, e 13,7 mkgf de torque, junto de um motor elétrico de 203 cv e 30,6 mkgf de torque. Para alimentar o conjunto, uma bateria de 21,68 kWh está à disposição do modelo. Entretanto, não há dados de potência e nem torque combinados. Mas o alcance elétrico pode chegar a 1.300 km, com 0 a 100 km/h em 7,3 segundos.

JAC/Divulgação

Entretanto, não se sabe ainda se o modelo virá híbrido ou elétrico (em uma nova versão). Isso se deve ao fato de que a JAC só vende modelos elétricos no Brasil. O terceiro e último modelo é a picape média Hunter, que disputaria diretamente contra a GWM Poer, que também está por vir. Contudo, no mercado chinês, ela só tem opção de motores 2.4 e 2.0 turbodiesel, mas uma versão elétrica está a caminho.

Seja como for, ela também foi flagrada em testes no Brasil, e deve desembarcar no País em algum momento.


O Jornal do Carro também está no Instagram!

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Ora 03 Skin: como é o carro elétrico de R$ 150 mil da GWM

Newsletter Jornal do Carro

Complete seu cadastro para receber as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.

Campo obrigatório
Campo obrigatório
Cep inválido
CPF/CNPJ inválido
Telefone inválido
Tudo certo!

Seu cadastro foi enviado. Em breve você receberá as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.