Você está lendo...
Jaguar Land Rover lança consórcio, cria centro de inovação e vai eletrificar
Mercado

Jaguar Land Rover lança consórcio, cria centro de inovação e vai eletrificar

Objetivo é trazer novas soluções para produtos e serviços no mercado nacional; Land Rover confirma modelo elétrico para 2024

Jady Peroni, especial para o Jornal do Carro

28 de abr, 2022 · 6 minutos de leitura.

Land Rover
Land Rover afirma que pretende lançar seis veículos elétricos até 2026
Crédito:Diulgação/Land Rover

A Jaguar Land Rover anunciou a criação de um inédito hub de inovação no Brasil, o Open Innovation. O projeto tem como objetivo unir startups e empresas de tecnologia para acelerar a transformação digital da marca, bem como trazer novas soluções para os seus produtos e serviços. Para isso, a Land Rover firmou parceria com o Cubo Itaú e com a Firjan. O objetivo é aproximar a empresa do ecossistema de startups, conectividade, sustentabilidade, entre outros.

De acordo com a montadora, o centro de inovação é uma plataforma que fará parte da nova estratégia chamada de "Reimagine". Nesse plano, a JLR vai investir na eletrificação, com sistemas de recarga privados e públicos. Além disso, também tem foco em serviços sob demanda (como aluguéis e test-drives) e assinatura como, por exemplo, seguros e financiamentos.

"A escolha do Brasil como sede para o hub de inovação vai nos ajudar a focar nossos esforços na busca pela inovação. E aumentar nossa representatividade no mercado'', comentou Gabriel Patini, diretor de Desenvolvimento de Negócios e Inovação da Jaguar Land Rover. Além do Brasil, a iniciativa irá para Reino Unido, China, Estados Unidos, Israel e Índia.


Novo conceito

No projeto, a meta é trabalhar com seis pilares. São eles a criação de novos produtos e serviços, a expansão e transformação dos já existentes, redução e otimização de custos, criação de uma organização mais ágil, investimentos estratégicos e transformação cultural da empresa. Para François Dossa, diretor executivo de estratégia e sustentabilidade da JLR, o Brasil é o local perfeito para isso, pois tem muito potencial e criatividade. "Queremos achar o que tem de melhor aqui e, assim, fazer da ação um exemplo para o resto do mundo", disse.



Range Rover
Diogo de Oliveira/Estadão

Land Rover elétrico

A fabricante afirmou que também vai reduzir em até 43% as emissões de gases até 2030. Sendo assim, Dossa confirmou que, para a Land Rover, o plano é lançar seis carros elétricos até 2026. Sendo que o primeiro chega em 2024. Questionados sobre uma possível produção de veículos eletrificados no Brasil, Dossa comentou que o País é um mercado importante, assim como a Índia. Portanto, há chances de produzir os futuros modelos localmente.

land rover
Divulgação/Land Rover

Já em relação à Jaguar, por outro lado, a meta é que a marca seja 100% elétrica até 2025, com a promessa de novos lançamentos em um padrão diferente dos atuais. "Vamos explorar tudo, desde baterias de segunda vida e economia circular até novas fintechs, insurtech e serviços digitais - todos alinhados com a Jaguar Land Rover como os orgulhosos criadores do Modern Luxury", exalta Dossa.


Land Rover
Novo Land Rover Defender agora é híbrido leve a diesel no Brasil (Divulgação)

Consórcio Land Rover

Comprar um Land Rover via consórcio é algo que pode parecer improvável, mas essa modalidade existe e representa 4% dos negócios da marca. Pois a inglesa vai intensificar a oferta de planos de consórcio no Brasil e anunciou novidades a Agrishow, maior feira do setor agrícola no País, aberta nesta semana. A meta agora é chegar a 10% de participação.

"Diante do aumento substancial da taxa Selic, decidimos ampliar a nossa gama de ofertas com mais um sistema de compras que vai facilitar a vida de nossos clientes. Ele já está em pleno funcionamento e pode ser consultado em toda a nossa rede de concessionárias", explica Mauro Frateschi, gerente de serviços financeiros da Jaguar Land Rover.


O consórcio da Land Rover será feito em parceria com o banco Itaú e pretende chegar aos 10% de participação nas vendas dentro de 3 anos. A marca não informa os planos e valores, disponíveis apenas sob consulta na rede, mas é certo que o custo mensal do consórcio não será baixo. Afinal, o Discovery Sport, SUV de entrada da marca, parte de R$ 323.950. Por exemplo, um plano de R$ 120 mil e 60 meses tem parcelas mensais em torno de R$ 2.240.

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se