Você está lendo...
Kers apresenta carro elétrico nacional com preço de R$ 95 mil
Mercado

Kers apresenta carro elétrico nacional com preço de R$ 95 mil

Carro elétrico da Kers ganhou nome de Wee e é oferecido com uma configuração de 3 rodas e dois lugares; modelo possui 200 km de autonomia

Jady Peroni, especial para o Jornal do Carro

26 de nov, 2021 · 5 minutos de leitura.

kers wee carro elétrico nacional
Kers Wee possui autonomia total de 200 km, apenas três rodas e dois lugares
Crédito:Divulgação/Kers

O Brasil conheceu hoje um novo carro elétrico que promete dar o que falar no mercado. Esse modelo é o Wee, um veículo um tanto quanto curioso que foi apresentado nessa sexta-feira (26). Criado e produzido no País pela fabricante Kers, o elétrico promete ser o carro mais barato dessa categoria no mercado brasileiro.

Contudo, o Wee não é um carro convencional. Isso porque ele é um veículo que possui três rodas e espaço interno para apenas duas pessoas. De acordo com o presidente da Kers e idealizador do Wee, o engenheiro Carlos Motta, o veículo tem objetivo de ser uma solução de mobilidade.

''Nós pensamos em desenvolver um veículo para solucionar os problemas da mobilidade urbana e, da mesma forma, aliviar o impacto da mobilidade no meio ambiente'', afirmou em entrevista ao O Fato Maringá.


Carro elétrico kers
Divulgação/Kers

Modelo pode custar R$ 95 mil

Segundo as informações fornecidas por Motta, o modelo tem 3 rodas e foi feito nessa base, justamente, para ter um menor custo. Sendo assim, a ideia é reduzir gastos em quantidade de componentes, manutenção, matérias primas e até recursos naturais. Sua produção, ainda, conta apenas com componentes nacionais.

Ainda não há muitas informações sobre a motorização. No entanto, a versão apresentada possui transmissão única e até 200 km de autonomia, com a bateria na frente do veículo. A empresa ainda disse que possivelmente terá um sistema de condução semiautônoma. Nessa configuração, o carro pode entrar no mercado com valor de R$ 95 mil.


Sendo assim, esse novo elétrico de três rodas pode chegar a ser 60% mais barato do que seu ''concorrente'' mais próximo, o JAC e-JS1. Atualmente, o modelo, que oferece uma autonomia de 300 km, tem valor inicial de quase R$ 160 mil.

elétricos
JAC-Volkswagen/Divulgação

Outras versões e finalidades

Vale dizer que, posteriormente, Motta afirmou que pretende desenvolver e fabricar modelos de maior porte. Até o momento, a informação que se tem é de que já existe outra versão de 400 km de autonomia, com mais duas baterias instaladas embaixo dos bancos.


Além disso, a Kers comentou sobre uma possibilidade de implementar o Wee em um serviço de mobilidade. Ou seja, fazer com que ele se torne parte de um compartilhamento. Mas, sem mais informações.



Produção para 2022

O projeto do Wee, que está em desenvolvimento há cerca de 10 anos tem apoio de entidades como a Unioeste, o Instituto Inbramol e pelo Governo do Paraná. Por isso, é quase certo de que a fábrica da Kers será estabelecida em Maringá (PR). Mas, tudo depende dos investidores.

De acordo com a marca, há condições para se estabelecer e já produzir os primeiros automóveis já no segundo semestre de 2022. Primeiramente, a capacidade da fábrica será de 30 automóveis por mês. Logo depois, se espera implementar de vez a montadora com a capacidade para 800 veículos no mês, visando uma média de 10 mil por ano.


O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Deixe sua opinião