José Antonio Leme

21/09/2020 - 11 minutos de leitura. Atualizado: 24/09/2020 | 19:32

Mitsubishi L200 Triton Sport melhora sem mudar por completo

A partir de R$ 188.990, picape tem novo visual, mais tecnologia e melhora no conforto e direção

l200 triton sport
L200 TRITON SPORT USA MESMA PLATAFORMA DA ANTIGA Crédito: MITSUBISHI
Carro

Vai comprar um 0km? Nós te ajudamos a escolher.

A Mitsubishi mudou – e muito – a L200 Triton Sport, ainda assim o modelo não é totalmente novo. Por mais que a mudança, especialmente a visual, seja gritante em relação a anterior, elas são essencialmente a mesma picape. Tanto é que a Mitsubishi continua chamando de quinta geração.

Se a plataforma não mudou por completo, as alterações são muitas. O visual é o que mais chama atenção. Agora a picape está em conformidade com os demais modelos da Mitsubishi no visual batizado de “Dynamic Shield”. São linhas mais retas e agressivas, derivadas das encontradas no SUV Pajero Sport. Além disso, ela ganhou personalidade, coisa que a antiga não tinha e parecia um modelo generalista com as linhas arredondadas.

Montada em Catalão (GO), a nova L200 Triton Sport chega em três versões, todas automáticas: GLS, HPE e HPE-S. Os preços são de R$ 188.990, R$ 212.990 e R$ 232.990, respectivamente.



l200 triton sport
MITSUBISHI

Equipamentos

Desde a versão de entrada GLS, a L200 Triton Sport traz rodas de liga-leve de 18 polegadas, caçamba com trava elétrica, ar-condicionado digital com saída no teto para o banco traseiro e volante e manopla de câmbio revestidos de couro. Há ainda a central multimídia JBL que traz integração com Android Auto e Apple CarPlay.

Na parte eletrônica, há controles de tração e estabilidade com função trailer, assistente de partida em rampa e bloqueio do diferencial traseiro. Há ainda um sistema de cancelamento do acelerador. Se ele percebe que acelerador e freio estão sendo acionados juntos, ele corta a aceleração, entendo que é uma situação de emergência.

A versão avaliada, de topo, HPE-S, traz faróis Full-LEDs automático com ajuste de altura, faróis de neblina, rack de teto, volante multifuncional, GPS integrado à central JBL, ar-condicionado digital de duas zonas, câmera traseira, banco do motorista com ajustes elétricos e sensores de obstáculos dianteiros e traseiros.

Além disso, inclui sete air bags (são dois na versão de entrada), leitor de saída de faixa de rodagem, leitor de ponto cego, frenagem autônoma de emergência, alerta de tráfego traseiro, controle de velocidade de cruzeiro e controle de descida. Completa o pacote os sensores de luminosidade e chuva.

Há ainda o off-road mode, que tem ajustes de entrega ajustando potência, frenagem, câmbio e tração em diferentes tipos de piso: cascalho, lama/neve, areia e pedra. Ele trabalha em parceria com as opções de tração: 4×2, 4×4 e 4×4 reduzida.

l200 triton sport
MITSUBISHI

Motorização

Como a base não mudou, também não mudou o motor. É o mesmo quatro cilindros 2.4, turbodiesel, que rende 190 cv a 3.500 rpm e 43,9 mkgf a 2.500 rpm. O que mudou no conjunto foi o câmbio. Agora a transmissão automática é de seis velocidades (antes era cinco).

O novo câmbio melhorou as respostas da L200 Triton Sport, especialmente no uso rodoviário. Se antes, com cinco marchas a Mitsubishi não conseguia encontrar um compromisso entre marchas mais curtas para ter força no fora de estrada e mais longas para rodar na estrada, reduzindo o giro, com a sexta isso foi resolvido.

Da 1ª a 5ª marcha, o câmbio continua mais curto, para garantir força em situações que exigem isso da picape, mas a 6ª tem uma relação mais longa, quase uma overdrive. E que, a 120 km/h deixa o giro do motor em torno de 1.100 rpm, além de reduzir o ruído dentro da cabine.

Além da possibilidade de troca de marchas manuais colocando a alavanca para a esquerda, a L200 na versão de topo oferece as aletas para trocas de marcha sem precisa tirar as mãos do volante, o que garante muita praticidade, especialmente quando se quer mais agilidade nas trocas.

Inscreva-se no canal do Jornal do Carro no YouTube

Veja vídeos de testes de carros e motos, lançamentos, panoramas, análises, entrevistas e o que acontece no mundo automotivo em outros países!

Inscrever-se

Rodando

Outra mudança muito importante que a Mitsubishi fez na L200 Triton Sport foi a recalibragem da suspensão. Com novo ajuste para os amortecedores e molas, ela conseguiu deixar a picape mais firme.

Em termos práticos, isso significa que a carroceria se mexe menos nas curvas e no fora de estrada, passando mais conforto aos ocupantes, que não são jogados de um lado para o outro, conforme a carroceria mexe.

Nesse sentido, ela se aproximou bastante das rivais Chevrolet S10 e Ford Ranger, que são referências nesse aspecto de firmeza de suspensão, e se distanciou da Toyota Hilux, que em breve ficará mais firme também.

A capacidade de frenagem também melhorou. Os discos dianteiros passaram de 294 mm para 320 mm de diâmetro. São os mesmos discos utilizados no Outlander. A frenagem está mais gradual e exige menos pressão no pedal.

Uma característica já boa da L200 e que foi mantida é o raio de giro 5,9 metros. Em situações apertadas, especialmente no fora de estrada, ela exigiu poucas manobras para conseguir fazer algumas curvas que pareciam um “cotovelo”.

l200 triton sport
MITSUBISHI

Interior

Por dentro, o volante é o mesmo do Pajero Sport, ou seja, tem quatro raios e boa empunhadura, além de ajuste de altura e distância. A posição de guiar é boa e mesmo sendo um carro alto, é possível ajustar o banco do motorista bem próximo ao assoalho, para quem prefere uma posição mais baixa de guiar.

O espaço é bom para quatro adultos, o quinto ocupante, no centro, sofre com o espaço das pernas, já que o túnel central é elevado para receber o eixo cardã e o diferencial central. Para não roubar mais espaço, a solução encontrada pela Mitsubishi foi colocar a saída traseira de ar-condicionado no teto. Ela distribui melhor o ar para os ocupantes, além de ter duas saídas e controles de velocidade e possibilidade de desligar.

A central multimídia nova é melhor de usar e tem respostas ágeis aos toques na tela. O painel de instrumentos, analógico com um computador de bordo colorido no centro também veio da Pajero Sport. O que incomoda realmente é a iluminação laranja para o fundo dos botões e do ar-condicionado. Parece que o modelo ainda está nos anos 90.

l200 triton sport
MITSUBISHI

Antiga L200 continua à venda

A antiga recebeu o “sobrenome” Outdoor e continuará à venda em cinco versões: Outdoor GL (só para frotistas) e Outdoor GLX com câmbio manual de cinco velocidades e as demais, Outdoor GLS, Outdoor HPE e Outdoor HPE-S com automático de cinco marchas. Os preços são de R$ 151.990, R$ 155.990 (GLX), R$ R$ 168.990 (GLS), R$ 188.990 (HPE) e R$ 208.990 (HPE-S), respectivamente.

l200 triton sport
MITSUBISHI

FICHA TÉCNICA – L200 TRITON SPORT HPE-S

PREÇO: R$ 232.990
MOTOR: 2.4, 4 CIL., 16V, TURBODIESEL
POTÊNCIA (CV): 190 A 3.500 RPM
TORQUE (MKGF): 43,9 A 2.500 RPM
CÂMBIO: AUTOMÁTICO, 6M.
CAPACIDADE DE CARGA: 1 TON.

PRÓS E CONTRAS

PRÓS: CÂMBIO
Novo câmbio de seis marchas deixou a L200 melhor de guiar, especialmente em trecho rodoviário.

CONTRAS: PREÇO
Sem ser uma nova geração completa, ela está mais cara que modelos mais vendidos, como S10 e Ranger.

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais