Redação

05/10/2020 - 4 minutos de leitura.

Macchina Veloce Aperta é o novo superesportivo da Lamborghini

Modelo será uma série especial roadster para rivalizar com McLaren Elva e as Ferrari Monza SP1 e SP2

macchina veloce aperta
MACCHINA VELOCE APERTA EM TESTES Crédito: LAMBORGHINI
Carro

Vai comprar um 0km? Nós te ajudamos a escolher.

A Lamborghini usou as redes sociais de sua divisão de competição para divulgar o primeiro teaser de um novo modelo, o Macchina Veloce Aperta. Em tradução literal, “Máquina Veloz Aberta” e não precisa de muito para entender o nome pela imagem do modelo sendo testado em pista.

Ele é sem teto, sem para-brisa e com linhas agressivas, como a maioria dos Lamborghini. As linhas da traseira deixam claro que ele será baseado no Aventador, o superesportivo de topo da companhia. Por estar em pista e ser divulgado nas contas da Squadra Corse, a expectativa é que o modelo seja focado apenas no uso em circuitos e não nas ruas.



O modelo segue as linhas do Essenza SCV12, uma série especial de 40 carros apenas para uso em pista. A diferença principal do Essenza é que ele era um cupê, ou seja, tinha teto. Esse não é o primeiro roadster (sem teto e para-brisas) da Lamborghini. Em 2012, a marca mostrou o Aventador J Speedster.

Se apostar na mesma mecânica do Essenza, o Macchina Veloce Aperta terá um V12 com cerca de 830 cv. O sistema ainda tem um Ram Air,  de admissão forçada natural, que aumenta a potência em altas velocidades. A transmissão será a manual de seis marchas, sequencial, da X-trac, de competição.

Inscreva-se no canal do Jornal do Carro no YouTube

Veja vídeos de testes de carros e motos, lançamentos, panoramas, análises, entrevistas e o que acontece no mundo automotivo em outros países!

Inscrever-se

Rivais da Macchina Veloce Aperta

Quando chegar às ruas, o Macchina Veloce Aperta terá rivais: McLaren Elva e Ferrari Monza SP1 e SP2. Tanto o britânico quanto o outro italiano são séries limitadas; 399 unidades e 499 unidades (somadas), respectivamente.

O McLaren Elva terá motor V8 4.0 biturbo que rende 815 cv e 81,5 mkgf. A transmissão é automatizada de dupla embreagem e sete velocidades. O conjunto leva o roadster de 0 a 100 km/h em menos de 3 segundos e até os 200 km/h em 6,7 segundos, segundo a marca. Ele começa a ser entregue a partir de 2021 aos compradores.

Já os modelos da Ferrari usam a base da 812 Superfast. Isso significa um motor V12 6.5 de 809 cv. Segundo a marca, aceleram de 0 a 100 km/h em 2,9 segundos e têm velocidade máxima superior a 300 km/h. A diferenciação entre a SP1 e a SP2 está na cabine. A primeira tem configuração monoposto com espaço apenas para o motorista, enquanto a SP2 traz dois bancos.

 

Ver essa foto no Instagram

 

“Attenzione macchina veloce aperta” #Lamborghini #lamborghinisc

Uma publicação compartilhada por Lamborghini Squadra Corse (@lamborghinisc) em

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais