Legislação

Licenciamento 2022 em SP muda, começa em julho e fica até 46,45% mais caro

Detran-SP divulga calendário do licenciamento 2022; vencimentos vão de julho a dezembro com dois finais de placas por mês

Vagner Aquino, especial para o Jornal do Carro

30 de dez, 2021 · 5 minutos de leitura.

Licenciamento
Documento deve ser impresso em papel sulfite comum (A4-branca)
Crédito:Vagner Aquino/Jornal do Carro

Por causa da mudança no número de parcelas para pagamento do IPVA 2022, que subiu de três para cinco (saiba mais aqui), o Detran-SP alterou o calendário do licenciamento anual. O prazo, que começava em abril para veículos com placas de final 1, maio para os de final 2 e, assim sucessivamente, passa a ter início em julho. E vai até 31 de dezembro.

De acordo com o Detran-SP, em 2022 o licenciamento vai ser feito com dois finais de placa por mês. Nesse sentido, veículos com final 1 e 2 devem ser licenciados em julho, final 3 e 4 em agosto, etc. Confira o calendário abaixo. Outra mudança foi feita no valor da taxa de licenciamento. Segundo o Detran-SP, em 2022 são R$ 144,86. O valor é para usados e novos. Em 2021, as taxas eram de, respectivamente, R$ 98,91 e R$ 131,80. Ou seja, a alta foi de exagerados 46,45% para os usados e 9,9% para os novos. Seja como for, assim como no ano passado, em 2022 os donos de carros não terão de pagar o seguro obrigatório DPVAT.

licenciamento
Detran-SP/Reprodução

Não fazer o licenciamento é infração gravíssima. Assim, se o motorista for flagrado vai ter de pagar multa de R$ 293,47. Além disso, receberá sete pontos no prontuário da CNH. Bem como corre o risco de ter o veículo recolhido ao pátio até a regularização. Trata-se, portanto, de determinação do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

É fácil licenciar

O calendário fixa o limite do prazo para o pagamento do licenciamento de acordo com o número final da placa. Porém, o pagamento tem de ser feito até o último dia útil do mês indicado. Além disso, todos os eventuais débitos do veículo, como multas de trânsito, devem estar quitados.

Na hora de licenciar o veículo, basta informar o número do Renavam, que consta na parte superior do documento, seja físico ou digital. O pagamento pode ser feito pela internet, por meio do site do banco do dono do carro, em casas lotéricas ou caixa eletrônico. Demais débitos, como IPVA e multas, também podem ser pagos na hora de fazer o licenciamento anual.

O documento digital fica disponível para download e impressão no item "Licenciamento Digital" nos portais do Poupatempo, Detran-SP e Senatran. No mais, os aplicativos Poupatempo Digital, Detran.SP e Carteira Digital de Trânsito ? CDT também podem ser usados para a realização do serviço. Como o documento em papel moeda foi extinto em São Paulo, o próprio motorista deve imprimir em papel comum.

O Detran-SP informa que os motoristas poderão fazer o licenciamento antecipado a partir do dia 3 de janeiro. Nesse caso, independe o final da placa. Porém, quem preferir fazer o licenciamento no prazo regular precisa apenas ficar atento às datas, de acordo com o número final da placa.

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se