Você está lendo...
Nova Amarok? Publicidade na Argentina mostra picape VW que não existe
Notícias

Nova Amarok? Publicidade na Argentina mostra picape VW que não existe

Concessionária do país vizinho divulga imagem de "nova Amarok" como propaganda enganosa; objetivo era obter dados de potenciais clientes

Vagner Aquino, Especial para o Jornal do Carro

01 de ago, 2021 · 6 minutos de leitura.

amarok
Volkswagen Amarok fake é publicada como "novo modelo" em site de concessionária argentina e tinha até preço de parcelas
Crédito:Reprodução/Internet

A Autotag, concessionária oficial da Volkswagen na Argentina, vem divulgando há alguns meses um anúncio de uma "nova Amarok". Peças publicitárias mostram a suposta nova geração da picape média. O design, contudo, é diferenciado. A picape divulgada na imagem simplesmente não existe. Trata-se, assim, de uma propaganda falsa.

Ao clicar no anúncio, a página direciona o usuário ao site oficial da Autotag. E, lá, não há qualquer informação sobre a tal nova Amarok. Mas apenas a atual geração da picape, produzida em Pacheco, zona periférica de Buenos Aires. Ou seja, mesmo modelo importado ao Brasil.

amarok
Volkswagen/Divulgação

Segundo o site local Autoblog Argentina, o objetivo da concessionária, nesse sentido, é capturar "leads de vendas". Por meio da "fake news" (que tinha até valor das prestações do carro fantasma), a concessionária obtém dados dos interessados por meio de cookies. A ação, dessa forma, gera possibilidade de "pescar" novos clientes. A conduta, passível de ação judicial, segue sem declarações da concessionária.

Ação judicial

Trazendo o problema para o Brasil, fomos atrás de um especialista no assunto. De acordo com o doutor Mayke Iyusuka, advogado empresarial e professor do Curso de Direito do Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU), a divulgação da empresa argentina é, de fato, passível de ação judicial.

Isso caracteriza crime. Contudo, não há como detalhar uma possível reparação ao cliente lesado. De acordo com o artigo 944 do Código Civil, a indenização mede-se pela extensão do dano. A orientação se baseia na Lei nº 10.406, de 2002.


Doutor Iyusuka defende que, nestes casos, tudo é levado em conta. "A quantidade de dados pessoais que foram afetados e sua natureza (se são sensíveis, que mexem com a intimidade da vítima). Se existe reincidência do caso. A análise é completa", pondera. A princípio, deve-se comprovar a utilização dos dados pessoais vazados para, dessa maneira, elaborar uma forma de indenização.

Estratégia da VW

A nova geração da Amarok não deverá ser feita na Argentina. O modelo terá produção na África do Sul, objetivando comercialização em países do Oriente Médio, Ásia e mercado norte-americano. Em maio, no entanto, a Volkswagen entrou com pedido para registrar o nome da picape média nos Estados Unidos. A apresentação está prevista para o primeiro semestre do ano que vem.

Conforme antecipamos no Jornal do Carro, a produção da nova geração da Amarok (se beneficiando da arquitetura da próxima geração da Ford Ranger) se concentrará na África do Sul. Por isso, sua comercialização é incerta no Brasil. Quem deverá ocupar o posto de picape acima da Saveiro por aqui é a Tarok. A concorrente de Fiat Toro deverá vir da Argentina, sobre a plataforma MQB. Trata-se da mesma base do SUV Taos.


amarok
Volkswagen/Divulgação

Por falar em Ranger, a picape da Ford foi confirmada para estrear no Brasil em 2023. Sua nova geração, entretanto, seguirá produzida na fábrica de Pacheco (Argentina).

Como será a Amarok?

Ainda não há flagras ou imagens oficiais da nova Amarok. Entretanto, com a proximidade da estreia da versão de produção, a Volkswagen revelou - há alguns meses - o teaser abaixo.


Amarok
Volkswagen/Divulgação

Se faz notável que a picape seguirá o DNA de outros integrantes da marca, como o Taos e Tarok, por exemplo. O único teaser mostra a Amarok apenas em 3/4 de frente. Todavia, destaque para o desenho do para-choque e a grade frontal, que pode ter iluminação total, seguindo a linha do Taos na versão topo de linha Hignline. O detalhe em preto na região na placa dianteira também imita o SUV.

Nesse sentido, rack de teto, santantônio e estribos laterais também aparecem no teaser divulgado. Entre os acessórios voltados ao uso off-road tem ganchos de reboque, luzes de longo alcance (no teto) e pneus "todo terreno" bem sulcados. Por fim, nada se sabe sobre motorização. Versões híbridas são esperadas. Afinal, a VW ruma para a eletrificação.


O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se