Notícias

Nova Chevrolet Montana é o nome da inédita picape da GM rival da Fiat Toro

Presidente da GM América do Sul, Carlos Zarlenga confirma nome Montana em vídeo que mostra obras de modernização na fábrica do ABC paulista

Diogo de Oliveira

28 de jun, 2021 · 6 minutos de leitura.

Picape Chevrolet Montana" >
Projeção do design gráfico Kleber Silva mostra como pode ficar a nova geração da picape Montana, que nascerá do SUV Tracker
Crédito:K Design AG/Jornal do Carro/Estadão

Logo no início deste ano, a General Motors reativou um investimento de R$ 10 bilhões que foi anunciado em 2019, mas que estava congelado por causa da pandemia da Covid-19. Agora, apenas seis meses depois do anúncio, a montadora confirma a primeira novidade que está a caminho. A GM vai lançar a nova geração da picape Chevrolet Montana.

A confirmação do nome veio em um vídeo de um minuto divulgado nas redes sociais. Nele, a montadora mostra um pouco da fábrica de São Caetano do Sul, no ABC paulista. A unidade está parada no momento, recebendo robôs e um novo ferramental necessário para produzir um modelo inédito, que será justamente a nova Chevrolet Montana.

Cutucada na Ford

No vídeo, o presidente da GM América do Sul, Carlos Zarlenga, celebra o início das obras de modernização da linha de montagem em São Caetano do Sul. Sede da empresa no Brasil, a unidade vai montar a nova geração da picape sobre a base global GEM do SUV compacto Tracker. E não é só: a arquitetura servirá à nova geração da Spin, esperada para 2022.

Nova Chevrolet Montana
GM revelou imagem que mostra a silhueta da nova Chevrolet Montana (Divulgação)

Entretanto, tal como demonstra a GM, a nova Montana virá primeiro. Ou seja, vai inaugurar a nossa safra de carros nacionais da Chevrolet. Não por acaso, no fim do vídeo, Zarlenga confirma que a fábrica se prepara para produzir a "nova Chevrolet Montana". Contudo, desta vez a picape vai desafiar modelos maiores, em especial a Fiat Toro.

"É super importante para nós esse novo produto, é super importante para a presença da GM no Brasil. Nós estamos muito comprometidos com a nossa presença no Brasil", diz Carlos Zarlenga, numa clara cutucada na Ford, que fechou suas fábricas brasileiras em janeiro. "E eu acho que a nova Chevrolet Montana vai fazer uma enorme diferença em nosso portfólio", completa o chefe da GM, revelando, assim, o nome da picape.

Picape Chevrolet Montana
Projeção mostra como pode ficar a traseira da nova Montana (K Design AG/Estadão)

Mesma base dos novos Onix e Tracker

Embora o presidente da GM não tenha revelado uma data de lançamento, é possível que a Chevrolet apresente a nova Montana ainda neste ano, ao longo do segundo semestre. Será uma maneira de esquentar a estreia comercial da nova picape, o que deve ocorrer no início de 2022.

A base será a mesma do SUV Tracker e dos novos Onix e Onix Plus. Essa arquitetura foi feita na China em parceria com a SAIC.

Motores turbo flexíveis e preços competitivos

A nova geração da Montana deverá, portanto, ter muito em comum com o novo Tracker, devendo herdar peças de acabamento e os motores flexíveis com turbo. Até o desenho da dianteira pode ser totalmente replicado. Já o porte será próximo ao da Fiat Toro. Contudo, a picape Chevrolet terá uma proposta mais urbana, sem tração 4×4 e versões a diesel.



Segmento em alta

O segmento de picapes intermediárias vem crescendo. Ou seja, são modelos maiores que as compactas, como a Fiat Strada e a Volkswagen Saveiro. Porém, menores que a Toyota Hilux e a Ford Ranger. Dessa forma, vem atraindo novos competidores.

Entre as novatas estão a Ford Maverick e a Hyundai Santa Cruz. As duas devem chegar no Brasil. A picape da Ford está pronta e entra em produção agora em julho no México, sobre a base do SUV Bronco. Por sua vez, a Santa Cruz acaba de entrar em produção nos Estados Unidos. No Brasil, o modelo usaria a base da nova geração do SUV Creta.

Continua depois do anúncio


O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se