Você está lendo...
Novos Subaru Forester e XV são híbridos e tem até reconhecimento facial
Lançamentos

Novos Subaru Forester e XV são híbridos e tem até reconhecimento facial

Com ampla lista de tecnologias, SUVs da Subaru unem o motor Boxer 2.0 a um sistema híbrido leve; conjunto melhora consumo em quase 20%

Jady Peroni, especial para o Jornal do Carro

18 de mar, 2022 · 5 minutos de leitura.

Subaru
Subaru XV é a versão topo de linha e fica na faixa dos R$223 mil
Crédito:Divulgação/Subaru

Depois de um bom tempo sem apresentar lançamentos, a Subaru anuncia novidades interessantes no Brasil. A marca começa a vender no País seus primeiros híbridos, os SUVs Forester e o XV. Ambos utilizam o mesmo conjunto da marca japonesa, que traz o conhecido motor Boxer 2.0 a gasolina de cilindros opostos, com 150 cv de potência e 20 mkgf de torque. Mas ele vem combinado a um sistema híbrido leve (Mild Hybrid) que, segundo a Subaru, melhorou os consumos em 16% e 19%, respectivamente.

Por aqui, os dois modelos chegam em uma faixa de preço competitiva na categoria. O Forester, por exemplo, custa a partir de R$ 193.900. Portanto, vai disputar as vendas com o Corolla Cross híbrido, que está na faixa dos R$ 192 mil. Enquanto isso, o XV chega em um patamar acima, com preço de R$ 223.900.

Acompanhando o conjunto mecânico, a dupla da Subaru também oferece tração 4x4 e um assistente de motor elétrico na transmissão, que continua sendo automática do tipo CVT. Além disso, há também o SI-Drive, um sistema de condução inteligente que promete um melhor aproveitamento do motor elétrico.


Divulgação/Subaru

Melhor consumo?

De acordo com a marca, o motor elétrico é pequeno, o que faz com que os SUVs sejam mais econômicos em relação a consumo. O Forester, por exemplo, faz até 11,2 km/l na cidade. Na estrada alcança os 11,6 km/l. Já no caso do XV, os números são um pouco melhores, registrando 12,2 km/l na cidade e 12,9 km/l na estrada.



Nesse processo, vale mencionar há um modo S de condução, onde o motor elétrico é ativado mais cedo durante a aceleração, melhorando a resposta dos SUVs. Enquanto isso, as baterias de íon de lítio se regeneram quando o veículo desacelera ou quando o condutor pressiona o pedal do freio. Sozinho, o motor elétrico oferece 16,7 cv de potência e 6,7 mkgf, fazendo com que ambos alcancem quase 167 cv e 27 mkgf. No mais, ainda não há nenhuma confirmação sobre autonomia.  


Subaru
Divulgação/Subaru

Tecnologia avançada

Um dos destaques dos novos Subaru Forester e XV, com certeza, é a lista de tecnologia embarcada. Isso porque, a dupla, que chega importada do Japão, oferece um avançado sistema de radares e câmeras que operam recursos semiautônomos. Além disso, há também sistema de frenagem de emergência, controle de cruzeiro adaptativo, sistema de permanência em faixa e alerta de saída de faixa, entre outros.

Os SUVs também vêm equipados com o EyeSight, um sistema de reconhecimento facial que monitora o motorista e alerta caso detecte sinais de fadiga. O mais legal nesse recurso, inclusive, é que ele consegue reconhecer até cinco pessoas e ajustar bancos elétricos, retrovisores e até o ar-condicionado.


Divulgação/Subaru

''O lançamento destes modelos simboliza o início de uma nova fase da Subaru no País, marcada pela chegada de veículos ainda mais eficientes, que oferecerão tecnologia, performance e segurança superiores'', afirma o diretor de vendas da Subaru, Roberto Pedrosa.


O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se