Você está lendo...
Picape Hyundai Santa Cruz aparece em flagra no Brasil. Será que vem?
Notícias

Picape Hyundai Santa Cruz aparece em flagra no Brasil. Será que vem?

Sem confirmação de estreia no Brasil, Hyundai Santa Cruz é flagrada ao lado da Ford Maverick em MG; picape pode estar passando por testes

Jady Peroni, especial para o Jornal do Carro

07 de mar, 2022 · 7 minutos de leitura.

Flagra Hyundai Santa Cruz
Picape Hyundai Santa Cruz é flagrada no Brasil e tem chances de chegar ao mercado nacional
Crédito:Reprodução/@bfmsoficial

No fim de 2016, a Hyundai mostrou no Salão do Automóvel de São Paulo um conceito da picape Creta STC. Na ocasião, foi tido como certo que a marca sul-coreana entraria na disputa com a Fiat Toro, que estrou no Brasil no início daquele ano. Pois bem, mais de cinco anos depois, surge o primeiro flagra de uma picape da marca em solo brasileiro.

Na imagem publicada pelo perfil BF//MF, no Instagram, a novíssima Hyundai Santa Cruz, lançada há apenas sete meses nos Estados Unidos, aparece sobre um caminhão cegonha. A unidade aparentemente é da versão topo de linha, com pintura bege. Não há indicações concretas de que o modelo esteja em testes no País. Entretanto, curiosamente, também aparece sobre o caminhão a recém-lançada Ford Maverick, que desembarcou importada do México em fevereiro.


De acordo com as informações, as duas picapes foram vistas na região de Pouso Alegre (MG). Estariam a caminho da fábrica da Fiat em Betim para testes locais? Por ora, trata-se apenas de um flagra sem grandes revelações. Mas, a venda da Santa Cruz por aqui não é uma surpresa. Afinal, a Hyundai está de olho no segmento de picapes faz tempo.

Reprodução/@bfmsoficial

E aí, vem?

O fato é que, com a chegada da rival Ford Maverick, cresce a possibilidade de a Hyundai oferecer a Santa Cruz no mercado nacional. A dúvida é quem ficará a cargo da produção. Sabe-se que a capacidade da fábrica da HMB em Piracicaba (SP) está no limite após o lançamento da nova geração do SUV Creta. Por outro lado, em Anápolis (GO), na unidade que pertence à Caoa, o ix35 acaba de sair de linha, e o New Tucson está por um triz.


Aqui, é importante lembrar, ainda, que a Santa Cruz usa a mesma base da nova geração do SUV médio, lançada no ano passado. Ou seja, poderia então a Caoa montar a Santa Cruz e o novo Toucson em solo goiano. Porém, é esperar para ver.

Picape para novo segmento

2022
Hyundai/Divulgação

A Hyundai chama a Santa Cruz de SAV (veículo esportivo aventureiro), num trocadilho com SUV (veículo utilitário esportivo). E quer explorar essa mistura de estilos. Dessa forma, a ideia da fabricante sul-coreana é exatamente a mesma da Fiat ao lançar a Toro no Brasil: ter um SUV compacto com caçamba e boa capacidade de carga.


No caso da Santa Cruz, entretanto, só o porte é similar ao da Toro. A nova picape tem 4,97 m de comprimento, 1,90 m de largura, 1,69 m de altura e 3 metros de entre eixos. Desse modo, a cabine tem espaço para cinco passageiros com mais conforto e tecnologia. Inclusive, a picape média da Hyundai é mais comprida que a Maverick (4,95 m). Já a caçamba tem sistema que permite uma extensão do assoalho. E capacidade de reboque chega as 2,2 toneladas.

Segundo o presidente e CEO da Hyundai North America, Jose Muñoz, a Santa Cruz ''atende às necessidades cotidianas de seus compradores que querem aventura, enquanto os motores potentes e eficientes, e a excelente capacidade de manobra garantem prazer em ambientes urbanos ou off-road".

Hyundai Santa Cruz
Hyundai/Divulgação

Motorizações

No mercado norte-americano, a Santa Cruz é vendida em quatro versões de acabamento e duas motorizações, além de opção com tração integral HTRAC. Sendo assim, a Hyundai oferece duas opções de motorizações a gasolina. Uma é o quatro -cilindros Smartstream 2.5 GDI, com injeção direta, que gera cerca de 192 cv de potência e 24,8 mkgf de torque máximo.



Já a versão turbo 2.5 T-GDI, que equipa as versões mais caras, surpreende ao entregar até 278 cv e 42,7 mkgf, ou seja, potência superior a entregue até por picapes médias, como Toyota Hilux, Ranger e Volkswagen Amarok. Assim, ambas podem receber a tração integral.

Nas versões de entrada, o câmbio é automático de oito marchas. Nas mais caras, a Hyundai usa o câmbio automatizado de dupla embreagem, também de oito marchas. Nos EUA, a picape média parte do valor de US$ 23.990. Ou seja, R$121.456 na conversão atual.


O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Hyundai Novo HB20 Todas as Versões
Oferta exclusiva

Hyundai Novo HB20 Todas as Versões

Deixe sua opinião