Diogo de Oliveira, Especial para o Estado

18/03/2021 - 4 minutos de leitura.

Prestes a mudar, Renault Captur tem versão única por R$ 114 mil

Prestes a ganhar reestilização, Renault Captur é vendido somentena versão de topo, com som da Bose, motor 1.6 flex e câmbio CVT

Renault Captur Bose
Versão Bose do Captur pode ser identificada pela pintura bicolor como essa, que combina cinza com teto prata Crédito: Renault/Divulgação
Carro

Vai comprar um 0km? Nós te ajudamos a escolher.

O Renault Captur está prestes a ganhar uma reestilização, prevista para estrear em maio. O SUV compacto produzido em São José dos Pinhais, no Paraná, vai mudar levemente o design por fora. Mas enquanto isso não acontece, a marca francesa aproveita para esgotar as últimas unidades do modelo atual, que está disponível agora em apenas uma versão.

No configurador do site da Renault, o Captur agora tem apenas a opção Bose, com preço sugerido de R$ 13.990. O nome vem do sistema de som da marca premium, que traz seis alto-falantes, subwoofer e amplificador digital. Mas há vários outros equipamentos. Trata-se do pacote mais completo do modelo, com quatro airbags e controle de estabilidade.

A mecânica combina o motor 1.6 16V aspirado e flexível ao câmbio automático Xtronic CVT, que há alguns anos vem emprestado da irmão Nissan. Este conjunto entrega 120 cv de potência (com etanol) e um torque máximo de 16,2 mkgf com ambos os combustíveis (gasolina e etanol). O zero a 100 km/h feito em 13 segundos é lento. Mas isso vai mudar.

Renault Captur 2022
Renault/Divulgação

Novo Captur a caminho

Tal como antecipamos recentemente aqui no Jornal do Carro, o Renault Captur receberá uma atualização de estilo mais leve, mas com novidades relevantes. As mudanças incluirão faróis full LED que deixarão o utilitário com aparência mais sofisticada. Por dentro, a marca francesa também vai refinar o acabamento, para que o SUV ganhe um “toque premium”.

Isso irá de encontro à sua principal novidade, que será o novo motor 1.3 Tce turbo. Este motor foi desenvolvido em parceria com a Mercedes-Benz, e vai alçar o Captur a um novo patamar de desempenho. Com potência de 163 cv e um torque de 25,5 mkgf, o inédito 1.3 turbo é praticamente o mesmo motor do novo Mercedes-Benz Classe A sedã.

Entretanto, o novo 1.3 turbo da Renault será flexível. Com ele, virá também um novo câmbio CVT com simulação de oito marchas. Para manter o preço acessível, a francesa deverá manter a oferta do atual conjunto 1.6 CVT. Assim, o novo Captur deverá subir um pouco de patamar, deixando a faixa até os R$ 100 mil para o irmão mais popular Duster.



Cinco lançamentos até o 1º semestre de 2022

A renovação do Captur e o lançamento do motor 1.3 turbo serão os primeiros frutos do recém-anunciado investimento de R$ 1,1 bilhão na fábrica paranaense. Com esse aporte, a marca vai modernizar sua atual gama de carros nacionais, o que incluí a renovação do subcompacto Kwid, além da troca de geração do trio Logan, Sandero e Stepway.

Inscreva-se no canal do Jornal do Carro no YouTube

Veja vídeos de testes de carros e motos, lançamentos, panoramas, análises, entrevistas e o que acontece no mundo automotivo em outros países!

Inscrever-se

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais