Diogo de Oliveira, Especial para o Estado

28/01/2021 - 6 minutos de leitura.

Renault revela o Kiger, novo SUV compacto que deve vir para o Brasil

Criado na Índia sobre a plataforma do Kwid, Renault Kiger pode chegar ao Brasil para concorrer com os outros SUVs menores que estão a caminho

Renault divulga primeiras fotos oficiais do Kiger, o seu novo SUV compacto de entrada para mercados emergentes Crédito: Renault/Divulgação
Carro

Vai comprar um 0km? Nós te ajudamos a escolher.

A Renault apresentou na Índia o seu novo SUV compacto de entrada. Com 3,99 metros de comprimento, o Kiger é menor que o Duster. Trata-se do SUV do Kwid. O projeto foi desenvolvido a partir da plataforma alongada do subcompacto, chamada de CMF-A+, que estreou há alguns anos na minivan Triber, vendida apenas lá. Agora, surge o inédito SUV pequeno, que deve vir para o Brasil no ano que vem.

Apesar de ser menor que outros SUVs compactos populares, como Honda HR-V, Hyundai Creta e Nissan Kicks, o Renault Kiger estreia com boas chances de vir para o Brasil. Um de seus trunfos é o porta-malas de 405 litros, que fica próximo dos 430 litros (em média) do trio citado acima. Isso com um entre-eixos de 2,50 m que equivale ao de um hatch compacto.



Novo Kwid inspirou design

O design do Kiger mostra influência da reestilização do Kwid indiano — que chegará ao Brasil na atualização do hatch em 2022. A dianteira traz o mesmo padrão de linhas, com faróis diurnos de LEDs bem fininhos no alto, e os faróis principais mais abaixo, agrupados junto às luzes de neblina. O estilo lembra a picape Fiat Toro e estará no novo Citroën.

Novo SUV Renault Kiger mostra design influenciado pelo novo Kwid reestilizado
Renault/Divulgação

Segundo o vice-presidente de design da Renault, Laurens van den Acker, o design faz o Kiger parecer maior do que realmente é nas fotos. Nesse sentido, contribuem para essa sensação a boa altura de 1,60 m, bem como a largura de 1,75 m. Da mesma maneira, os vários vincos e protuberâncias, especialmente nas laterais, realçam a musculatura do SUV.

Na traseira, há menos influência da reestilização do Kwid. As lanternas ficam em posição elevada, o que ajuda, portanto, a valorizar o porte de utilitário. Contudo, o conjunto ótico é mais sofisticado e exibe modernos contornos de LED. O estilo lembra, assim, o do SUV compacto Captur, com lanternas em formato de “C” simetricamente opostas.

Traseira do Renault Kiger tem lanternas em formato de "C" simetricamente opostas
Renault/Divulgação

Interior caprichado

Os primeiros relatos na Índia indicam que o Kiger será um pouco mais caro do que primo-irmão Nissan Magnite. O SUV da marca japonesa também usa a plataforma CMF-A+ e deve substituir o March no Brasil. Dessa forma, o Renault ficará posicionado acima do Nissan, com um algo a mais por isso, que já pode ser visto na sua cabine mais caprichada.

No topo central fica a multimídia de 8 polegadas das versões mais caras, já com Android Auto e Apple Carplay nas versões com conexão sem fio e WiFi. Atrás do volante, o quadro de instrumentos traz outra tela de 7 polegadas, que mostra o velocímetro digital e dados de bordo. Entre os bancos, o porta-copos tem uma tampa corrediça, tal como no Hyundai HB20.

Renault Kiger tem interior mais caprichado que o primo-irmão Nissan Magnite
Renault/Divulgação

A lista de equipamentos é outro destaque. A Renault ainda não detalhou por completo o SUV, entretanto as fotos mostram itens como controle de cruzeiro, ar-condicionado digital, chave presencial com acionamento do motor por botão, câmera de ré, seletor de modo de condução (Normal, Eco e Sport, para as versões automáticas) e som premium da Arkamys.

Versões mais caras do Renault Kiger terão quadro de instrumentos em tela colorida
Renault/Divulgação

Motores 1.0 aspirado e turbo

Feito para vender grande volume, o Renault Kiger terá somente duas versões na Índia. A de entrada será equipada com o motor 1.0 tricilíndrico a gasolina de 72 cv e 9,8 mkgf, acoplado a um câmbio manual de cinco marchas, ou o automatizado Easy-R — que foi aposentado no Brasil. Já o topo terá o 1.0 turbo de 100 cv e 16,3 mkgf, e transmissões manual ou CVT.

Sem qualquer pretensão 4×4, o Kiger terá tração dianteira e suspensão traseira por eixo de torção. Sobre segurança, o novo SUV da Renault promete resultados satisfatórios nos crash-tests, uma vez que traz itens considerados essenciais, como airbags frontais e laterais, ABS, controles de estabilidade e de tração, e ancoragem Isofix para cadeirinhas infantis.

Inscreva-se no canal do Jornal do Carro no YouTube

Veja vídeos de testes de carros e motos, lançamentos, panoramas, análises, entrevistas e o que acontece no mundo automotivo em outros países!

Inscrever-se

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais