Nissan
Vagner Aquino/Especial para o Estadão

Renault Niagara é picape conceitual com porte de Fiat Toro

Picape inédita utiliza nova plataforma modular da Renault e pode receber vários tipos de trem de força, como o E-Tech híbrido 4x4

Por Redação 25 de out, 2023 · 4m de leitura.

A Renault revelou nesta quarta-feira (25), no Rio de Janeiro, a picape Niagara. O modelo conceitual usa a nova plataforma global da empresa. Assim, deve dar origem a uma futura picape com porte da Fiat Toro, por exemplo. Segundo a Renault, na nova picape o trem de força é o E‑Tech híbrido 4×4.

Renault Niagara (Vagner Aquino/Estadão)

Além disso, a marca informa que a nova plataforma terá arquitetura elétrica e eletrônica de última geração. Portanto, “compatível com todas as regulamentações em vigor atualmente e em um futuro próximo”, de acordo com a Renault.


Nova picape chegará para substituir a Oroch (Vagner Aquino/Estadão)

Conforme a fabricante, a nova plataforma permitirá a produção de veículos entre 4 e 5 metros de comprimento. Além disso, o entre-eixos, com quatro medidas possíveis, pode variar de 2,60 m a 3 m.
Da mesma forma, os módulos traseiros terão três opções diferentes de comprimento. Embora a Renault não tenha revelado detalhes técnicos, a Niagara tem porte de Fiat Toro.

Segundo a Renault, também será possível utilizar sistemas de propulsão variados. Ou seja, de combustão interna, sendo flexfuel (E85), GLP. Bem como híbridos do tipo mild hybrid advanced de 48 v (híbrido leve) e full hybrid, com tração dianteira ou 4×4. O modelo faz parte dos lançamentos futuros da marca, que devem acontecer até 2027.


Oito novos produtos

A Renault tem mais de 40% de suas vendas nos mercados internacionais fora da Europa (só em 2022, foram 634.124 unidades). De acordo com a marca, o Brasil é o maior deles (no ranking geral, fica apenas atrás da França). De olho nisso, a marca investirá em importantes lançamentos no País. O primeiro deles é o Kardian, um SUV compacto que chega em março ao mercado para competir com Fiat Pulse e Volkswagen Nivus.

Renault
Kardian é SUV do segmento B que chega ao País em março (Vagner Aquino/Especial para o Estadão)

Fora ele, que teve avant-première nesta quinta-feira (25), a marca tem planos de lançar outros sete novos produtos fora da Europa até 2027. Isso faz parte do plano estratégico Renaulution que, consumindo investimento de 3 bilhões de euros (quase R$ 15,9 bi, na conversão direta), a ofensiva é composta por cinco novos produtos nos segmentos C e D. E tem ainda dois veículos comerciais.


A fim de reduzir as emissões de CO2, a hibridização das motorizações da futura gama de produtos é fundamental. Desse modo, a Renault tem a ambição de vender um modelo híbrido ou elétrico a cada três veículos comercializados fora da Europa até 2027.

Siga o Jornal do Carro no Instagram!

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
BYD Song Plus é SUV híbrido plug-in com autonomia impressionante

Newsletter Jornal do Carro

Complete seu cadastro para receber as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.

Campo obrigatório
Tudo certo!

Seu cadastro foi enviado. Em breve você receberá as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.