Mercado

Sem Onix nas lojas, Chevrolet vende menos do que 6 fabricantes em junho

Montadora vende 8.077 unidades em junho e, da segunda posição em março, cai para a sétima. Produção do Onix deve voltar só em 16 de agosto, segundo GM

Emily Nery, Especial para o Jornal do Carro

05 de jul, 2021 · 6 minutos de leitura.

crise" >
Sem Onix nas lojas, Chevrolet vende menos do que 6 fabricantes
Crédito:Chevrolet/Divulgação

A crise dos semicondutores está pegando para muitas montadoras de carros no Brasil. Mas nenhuma delas está sofrendo tanto quanto a General Motors. Sem fabricar o novo Onix e o sedã Onix Plus desde março, a GM despencou no ranking de vendas de veículos novos. Em junho, foi apenas a 7ª colocada, atrás de Fiat, Volkswagen, Hyundai, Toyota, Jeep e Renault.

Vale lembrar que a montadora norte-americana é a líder absoluta do mercado brasileiro desde 2016, quando o Onix assumiu a primeira colocação geral e só deixou o posto nos últimos meses, após a empresa ser obrigada a parar a produção na fábrica de Gravataí (RS). Desde então, sua participação nas vendas de automóveis caiu 6%.

Segundo o balanço da Fenabrave, a federação das concessionárias, a GM ocupava a segunda posição no ranking das fabricantes de automóveis em março, somente atrás da Volkswagen. Logo no mês seguinte, já começaram a faltar unidades em estoque. Nesse ínterim, a Chevrolet despencou nas vendas, emplacando somente 8.077 carros em junho.

GM Chevrolet Onix preços
Chevrolet/Divulgação

Dessa forma, o desempenho da montadora no mercado no último mês ficou abaixo das vendas de outras seis montadoras ? Fiat (1º), Volkswagen (2º), Hyundai (3º), Jeep (4º), Toyota (5º) e Renault (6º). No acumulado do semestre, contudo, a ótima performance da Chevrolet durante os três primeiros meses ajudaram a marca a não despencar no ranking. Ela ocupa a terceira colocação, com 109.837 unidades emplacadas.

Nova líder de vendas, a Fiat emplacou 116.635 veículos, enquanto a Volkswagen licenciou 146.419 modelos nos últimos seis meses.

Onix ficou na 17ª posição

Conforme antecipamos no Jornal do Carro, o antigo líder invicto Onix foi o 17º veículo mais vendido em junho, com 2.532 unidades emplacadas. Mesmo assim, o hatch da GM ficou na 4º posição no acumulado semestral, com mais de 41 mil exemplares vendidos neste ano.

Já o Onix Plus desabou para a 30° posição, enquanto isso, o SUV Tracker, com apenas 990 unidades comercializadas, amarga o 33° lugar.



Produção vai demorar a voltar

Desde março sem produzir o Onix hatch e sedã, a Chevrolet almeja voltar a fabricá-los somente no dia 16 de agosto, em um único turno.

Já no caso do Tracker, além da falta de semicondutores, a linha de produção do SUV em São Caetano do Sul está suspensa por seis semanas por causa da readequação da fábrica. A montadora está adaptando as instalações para começar a produzir a picape Nova Montana ainda neste ano.

Fábrica GM Gravataí
Linha de montagem da fábrica da GM em Gravataí, no Rio Grande do Sul GM/Divulgação

Concessionárias estimam até 2 meses de atraso

Consultados pelo Jornal do Carro, concessionários afirmam não ter unidades do Onix 0-km à pronta entrega. Dessa maneira, vendedores estimam que as primeiras unidades após o hiato na produção devem chegar às lojas somente entre agosto e setembro.

Continua depois do anúncio

Isso na melhor das hipóteses, porque a falta de semicondutores deve perdurar até 2022, segundo a Anfavea, a representante das montadoras.

No caso dos novos Onix e Onix Plus, a situação é pior, pois, segundo a GM, a dupla usa cerca de 1.000 chips por unidade. Ou seja, quase o dobro da média dos carros nacionais, que é de até 600 microchips por veículo.

Veja o "top 10" do ranking das montadoras em junho:

1°) Fiat - 26.569 unidades

2°) Volkswagen - 18.823 unidades

3º) Hyundai - 16.440 unidades

4º) Jeep - 13.591 unidades

5º) Toyota - 12.923 unidades

6º) Renault - 11.253 unidades

7º) Chevrolet - 8.077 unidades

8º) Honda - 6.461 unidades

9º) Nissan - 4.351 unidades

10º) Caoa Chery - 3.186 unidades

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se