Seres M7
Seres/Divulgação

Seres M7, em pré-venda no Brasil, é alvo de protesto na China

Clientes levam faixas em concessionária da Seres, protestam contra atrasos na entrega do SUV M7 e reclamam do atendimento do pós-venda

Por Geovanna Hora 06 de jun, 2024 · 6m de leitura.

A parceria entre a montadora Seres e a gigante de tecnologia Huawei passa por uma turbulência. Os proprietários do SUV Seres M7 – lançado na China como Aito M7 – fizeram um protesto em frente a uma concessionária da Aito em Wuhan contra as constantes atualizações feitas em novas versões do modelo. Eles afirmam que as mudanças são recorrentes, o que torna os veículos ultrapassados e desvalorizados em pouco tempo.

O carro é um verdadeiro sucesso de vendas na China e já recebeu quase 70 mil pedidos somente nos primeiros três meses de 2024. Ele também chegou a vender sete mil unidades em um único dia em 2023. O valor do modelo mais recente, lançado no dia 31 de maio, varia de 289,9 mil yuans (cerca de R$ 212 mil na cotação atual), na versão de entrada, até 329,8 mil yuans (R$ 241 mil), para a topo de linha.

Seres M7
Seres/Divulgação

Reclamações envolvem problemas na entrega e no pós-venda

Os motoristas também reclamaram do tempo de espera para receber os automóveis, bem como do atendimento prestado no pós-venda. Os manifestantes carregavam faixas com as frases “espere por um automóvel por cem dias e, depois de 60 dias, ele já está velho”, “eu me arrependo de ter comprado” e “180 mil enganados não tem onde reclamar”.

Os comentários em apoio ao ato invadiram a rede social Sina Weibo, uma versão chinesa do “X” (ex-Twitter). Um dos internautas relatou que comprou o Seres M7 e, no dia seguinte à aquisição, descobriu o lançamento de uma nova versão. Além disso, o dono afirmou que nenhum vendedor comentou que a atualização chegaria em tão pouco tempo. Os fabricantes afirmam que o tempo de espera pode ser de até 10 semanas, devido a alta demanda, mas não comentaram as manifestações.

Seres M7
Seres/Divulgação

Conheça o Seres M7

O SUV foi apresentado no Brasil durante a Intersolar South America, em agosto de 2023. O Seres M7 é um SUV híbrido que funciona como elétrico. O modelo tem duas versões disponíveis, com 5 e 6 lugares. A de entrada traz um motor elétrico traseiro com 266 cv, enquanto a de topo de linha tem dois motores (um em cada eixo), tração integral e 439 cv.

Já a bateria tem capacidade de 40,06 kWh e permite chegar a 1.300 km com auxílio de um motor 1.5 a gasolina, serve como extensor de autonomia. Em relação às dimensões, o modelo tem 5,02 metros de comprimento, 1,94 metro de largura, 1,77 metro de altura e 2,85 metros de entre-eixos. Assim, é maior até que o Toyota SW4.

Seres M7
Seres/Divulgação

Um dos destaques no Seres M7 é a possibilidade de reclinar a segunda fileira de bancos. Com isso, os bancos ficam em posição de leito. A cabine, aliás, é futurista e sem botões físicos, com todos os comandos controlados a partir do multimídia. Este utiliza um sistema operacional desenvolvido pela Huawei, com videochamadas e até karaokê com microfones sem fio.

O modelo está em pré-venda no Brasil

O M7 já está disponível para reserva no site brasileiro da Seres, mas o valor de cada versão e a data para a entrega não foram anunciados. A expectativa era que as primeiras unidades fossem entregues até abril, mas a marca não se cumpriu o prazo. Por enquanto, a chinesa dispõe de uma concessionária em Alphaville, na cidade de Barueri.

Siga o Jornal do Carro no Instagram, confira!


O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se

Newsletter Jornal do Carro

Complete seu cadastro para receber as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.

Campo obrigatório
Tudo certo!

Seu cadastro foi enviado. Em breve você receberá as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.