Seres M7 SUV
Seres/Divulgação

SUV chinês Seres M7 estreia no Brasil com 1.100 km de autonomia

Novidade da Seres tem sistema de som de 1000W, assistente por voz inteligente e até poltronas reclináveis para quem viaja atrás

Por Rodrigo Tavares 29 de ago, 2023 · 5m de leitura.

Ainda começando suas primeiras operações no Brasil, a chineses Seres apresentará o SUV M7 ao público, durante os dias 29 a 31 de agosto, durante a Intersolar South America, feira do setor solar em São Paulo. Ele é o segundo carro da marca, depois do anúncio dos modelos Serer 3, 5 e 5 EVR. Assim, medindo mais de 5 metros e com conjunto mecânico híbrido, promete um alcance de 1.100 km.

Com vendas previstas para começar somente no último trimestre deste ano, o M7 vem originalmente de um projeto desenvolvido para a submarca Aito, feito em parceria com a empresa Huawei. Baseado no modelo Seres 5 EVR, mede 5,02 metros de comprimento, 1,94 metro de largura, 1,77 m de altura e 2,85 metros de entre-eixos, sendo maior até que o Toyota SW4, por exemplo. 

Seres M7 é um projeto desenvolvido para a submarca AITO (Seres/Divulgação)

Pensado para um público premium, o modelo tem espaço para seis ocupantes, com a possibilidade de remoção da segunda fileira de banco, permitindo reclinar os bancos traseiros em posição gravidade zero, para uma viagem mais confortável. Ainda que tratado pela fabricante como um SUV elétrico, trata-se de um híbrido, e conta com um motor elétrico de 272 cv na versão com tração traseira, e com mais um de 177 cv no segundo eixo, na versão AWD.

Seres M7 tem sistema operacional próprio e até karaoke a bordo

Bancos permitem ao ocupante reclinar em posição “gravidade zero” (Seres/Divulgação)

Entretanto, a autonomia do modelo fica entre os 165 ou 500 km, dependendo da configuração escolhida. Para alcançar os mais de 1.000 km de autonomia descritos, o modelo utiliza um motor 1.5 turbo de 122 cv como gerador de energia, que abastece as baterias de 88 kWh, por exemplo. Contudo, por conta de seu posicionamento de luxo, o modelo também oferece uma farta lista de opcionais.

Um dos destaques do modelo é o assistente por voz, que identifica o passageiro que está falando. Desta forma, ainda consegue executar suas funções sem ser atrapalhado por outras vozes. Além disso, um sistema de som de 1000W e 19 alto-falantes consegue reproduzir sons do lado de fora do SUV, por exemplo. Ainda sobre o assistente por voz, ele pode monitorar o veículo e detectar quais ocupantes estão sonolentos. Desta forma, pode diminuir o som e a temperatura do carro, por exemplo.

Sem botões físicos, os comandos da interna são feitos através da central multimídia, que utiliza um sistema operacional desenvolvido pela Huawei. Feito especificamente para o M7, o sistema tem videochamada e até karaoke, e dispõe até de microfones sem fio, que funcionam dentro do carro. Por fim, perguntado sobre preços, o representante da marca afirmou não ter um valor ainda. No entanto, o M7 será mais caro que o Seres 5, que custa R$ 440 mil.


O Jornal do Carro também está no Instagram!

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Novo Ford Territory chega para encarar Compass e Corolla Cross

Newsletter Jornal do Carro

Complete seu cadastro para receber as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.

Campo obrigatório
Campo obrigatório
Cep inválido
CPF/CNPJ inválido
Telefone inválido
Tudo certo!

Seu cadastro foi enviado. Em breve você receberá as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.