Você está lendo...
Por R$ 151.090, Toyota Corolla GR-S 2022 terá preço de versão híbrida
Notícias

Por R$ 151.090, Toyota Corolla GR-S 2022 terá preço de versão híbrida

Versão com apelo esportivo fica R$ 20 mil mais cara que variante XEi, da qual é baseada. Corolla GR-S muda suspensão e acabamento interno, mas motor segue o mesmo

Emily Nery, para o Jornal do Carro

11 de fev, 2021 · 5 minutos de leitura.

Toyota Corolla GR-S
Toyota Corolla GR-S
Crédito:Divulgação/Toyota

Após a Toyota aumentar em até R$ 6.200 os valores da linha 2022 do Corolla, a versão GR-S não ficará para trás na faixa de preço. Mais do que isso, a configuração voltada à esportividade terá o mesmo preço da variante Altis Hybrid.

De acordo com o site Auto Segredos, o Corolla GR-S chegará nas concessionárias nas próximas semanas custando R$ 151.090. Ou seja, ela será a versão mais cara do sedã com propulsão 100% a combustão. Vale lembrar que a versão da qual ele é baseado, a XEi, custa R$ 21.990 a menos.

Isso torna o GR-S um pouco mais caro que seu concorrente direto, o Honda Civic Touring, que sai por R$ 149.900.


Toyota Corolla GR-S
Divulgação/Toyota

Design com emblemas da Gazoo Racing

Sob a assinatura da Toyota Gazoo Racing, o sedã recebe novos para-choques na frente e atrás, faróis de LEDs com acendimento automático, lanternas dianteiras com luzes diurnas (DRL), bem como faróis de neblina iluminados por LEDs.

Além disso, o modelo conta com spoiler exclusivo GAZOO Racing, saias laterais, rodas de liga leve 17? exclusivas e retrovisores externos e teto escurecidos. A Toyota diferenciou a cabine dessa versão com um acabamento em preto com partes revestidas de couro e ultrassuede, com costuras em vermelho. Os bancos recebem o logo Toyota GAZOO Racing no encosto de cabeça. Assim, tapetes e volante também levam o emblema da divisão esportiva da marca.


Toyota Corolla GR-S
Divulgação/Toyota

No entanto, na troca de linha o Corolla tirou a cobertura traseira da central multimídia, que passa a ser do tipo ?flutuante?. Assim como na versão XEi, o sistema de infotainment tem Toyota Play+ com tela sensível ao toque de 8".

Por dentro do capô

Na mecânica, nada muda. O propulsor segue com o 2.0 flex, com quatro cilindros em linha, 16V e comando de válvulas variável inteligente VVT-iE. Ele consegue entregar 177 cv a 6.600 rpm e 21,4 mkgf a 4.400 giros. Por sua vez, o câmbio CVT simula 10 marchas. Confira nosso teste aqui.


Contudo, a mudança significativa está na suspensão do Corolla. Agora, ela ganha nova carga de molas e amortecedores dianteiro e traseiro e mudanças na barra estabilizadora. A Toyota afirma uma melhora no coeficiente aerodinâmico. Além disso, a suspensão dianteira segue independente, McPherson e na traseira.

De série, a nova versão adota carregador por indução para celular, conectividade com Android Auto e Apple CarPlay, ar-condicionado digital e automático, banco do motorista com regulagem de altura, direção eletro assistida progressiva e sistema de partida por botão, por exemplo.


Além disso, o veículo recebe o pacote Toyota Safety Sense, que oferece Sistema de Pré-Colisão Frontal, sistema de alerta de mudança de faixa com condução assistida, controle de cruzeiro adaptativo e farol alto automático.



Deixe sua opinião