Notícias

“Velozes e Furiosos”: franquia gasta até R$ 22 milhões com carros destruídos nas filmagens

Só no último filme de Velozes e Furiosos, 95 carros de luxo foram totalmente ou parcialmente destruídos durante as gravações do longa-metragem

Redação, Com Daniel Rocha, Especial para o Jornal do Carro

03 de jul, 2021 · 3 minutos de leitura.

Velozes e Furiosos" >
Filmes da franquia Velozes e Furiosos gastam até R$ 22 milhões só com os carrões que participam das cenas
Crédito:Velozes e Furiosos/Reprodução

O novo filme de Velozes e Furiososestá em cartaz no Brasil desde o último fim de semana. A franquia faz um sucesso tremendo por causa das cenas de aventura envolvendo carros de luxo e modelos icônicos. Mas será que o público tem ideia de quanto custa essa produção?

Um levantamento da corretora britânica Uswitch aponta que as cenas de acidentes mais explosivas podem, então, custar mais de R$ 22 milhões somente com os gastos com os veículos por filme.

O Velozes e Furiosos 8: O Destino dos Furiosos, de 2017, foi o longa da franquia que mais teve esse gastos nas gravações. Na pesquisa da Uswitch, 95 carros apresentaram danos, o que resultou, assim, em um custo estimado de R$ 22 milhões, equivalente a US$ 4,43 milhões.

Em segundo lugar nesse ranking, aparece a edição Velozes e Furiosos 5: Operação Rio, que teve algumas cenas gravadas no Rio de Janeiro. Os danos totalizaram R$ 9 milhões, equivalente a US$ 1,8 milhão. Ou seja, esse valor corresponde a 37 carros que sofreram danos ou tiveram perda total.

Velozes e Furiosos
Velozes e Furiosos/Reprodução

Produção é uma das mais caras do cinema

Já o filme Velozes e Furiosos 7, lançado no ano de 2015, ficou em terceiro lugar nessa lista. Foram 31 carros totalmente ou parcialmente destruídos durante as gravações, o que gerou, portanto, um custo de R$ 8 milhões, equivalente a um US$ 1,59 milhão.

De acordo com o especialista em seguros de automóveis da Uswitch, Joel Kempson, o levantamento feito pela corretora mostra o quanto é cara a produção desses filmes.

?Nossas descobertas mostram como é impressionante para qualquer carro chegar aos créditos finais com Dom (Vin Diesel) e a equipe ao volante. Mostramos também que esses filmes são caros ? e isso antes que os danos fora da tela sejam calculados?, afirma Joel Kempson.

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se