Você está lendo...
Vídeo: teste de colisão entre dois carros elétricos tem resultado surpreendente
Notícias

Vídeo: teste de colisão entre dois carros elétricos tem resultado surpreendente

Mercede-Benz realizou o primeiro teste de colisão público entre carros elétricos; marca escolheu os SUVs EQA e EQS para o experimento

Jady Peroni, especial para o Jornal do Carro

20 de out, 2023 · 4 minutos de leitura.

Publicidade

teste colisão mercedes
Teste de colisão pela própria Mercedes-Benz
Crédito:Divulgação/Mercedes-Benz

A Mercedes-Benz realizou um inédito teste público de colisão entre dois veículos elétricos. O experimento foi realizado pela própria marca no Centro de Tecnologia para Segurança Veicular do grupo em Sindelfingen, na Alemanha. Afinal, os testes de colisão, embora extremamente importantes, não contam com adaptações para modelos 100% elétricos. Seja como for, os resultados foram surpreendentes.

Para simular a colisão (vídeo abaixo), a Mercedes escolheu os SUVs EQA e EQS. Assim, com o intuito de mostrar a eficácia de seus modelos no quesito segurança. Vale lembrar que, no caso do padrão europeu NCAP, os carros aceleram contra uma estrutura de alumínio de 1.400 kg. No entanto, esse peso é muito baixo em comparação com os veículos elétricos. Para se ter uma ideia, o EQA e o EQS contam com 2,2 e 2,3 toneladas, respectivamente.



Publicidade


Como foi o teste de colisão?

De acordo com a marca de luxo, a simulação da colisão frontal foi feita a 56 km/h. Além disso, houve 50% de sobreposição frontal dos dois veículos. Isso quer dizer que a batida simulou uma situação real de uma ultrapassagem, em estrada simples, que deu errado. No vídeo do teste de colisão, os carros ficam com uma deformação significativa na dianteira. Entretanto, não é um resultado negativo. Afinal, na análise, a cabine estava praticamente intacta. Ou seja, a carroceria absorveu todo o impacto.

teste colisão mercedes
Divulgação/Mercedes-Benz

Na gravação, é possível ver que as portas podiam ser abertas, por exemplo. Além disso, dentro da cabine havia bonecos com 150 sensores. Logo após a colisão, o resultado foi de que os corpos humanos conseguiram suportar o impacto. Assim, concluíram um baixo risco de ferimentos graves ou fatais.  


Outros resultados

De acordo com a Mercedes, houve mais análises no teste. Uma delas muito importante foi a do sistema elétrico. Nos dois SUVs, os sistemas de alta tensão desligaram automaticamente após a batida. Ou seja, evitando qualquer tipo de incêndio. Além disso, não houve vazamento algum. Por fim, a montadora também confirmou que não houve nenhum risco de curto-circuito.

Divulgação/Mercedes-Benz

Seja como for, não houve outros testes como a análise dos sistemas de condução semiautônomos ou risco para pedestres e ciclistas. No entanto, ambos os SUVs elétricos contam com 5 estrelas nos testes da EURO NCAP.


Siga o Jornal do Carro no Instagram!

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
BYD Song Plus é SUV híbrido plug-in com autonomia impressionante
Deixe sua opinião