Volkswagen não deve participar do Salão de Paris 2020

Marcas estão preferindo investir em eventos próprios gastando menos e vendendo mais carros

Paris
Volkswagen no Salão de Paris Crédito: Volkswagen/Divulgação

O membro do conselho executivo da Volkswagen para vendas e marketing, Jurgen Stackmann, deu a entender em uma entrevista para a mídia francesa de que a marca não vai participar do Salão de Paris deste ano. “Provavelmente não (vai estar no salão). Não há planos para fazê-lo este ano.”

INSCREVA-SE NO CANAL DO JORNAL DO CARRO NO YOUTUBE

A Volkswagen já não tinha participado do evento em 2018. A alegação foi de que “está reavaliando continuamente a relevância de sua participação em feiras internacionais de automóveis”. Além dela, Bentley, Mini, Opel, Volvo, Alfa Romeo, Fiat. E mais Mazda, Mitsubishi, Nissan, Subaru, Ford e Jeep não foram para o Salão de Paris passado.

Nesta mesma semana, a Lamborghini, que é do Grupo Volkswagen, já tinha comunicado que não iria para o Salão de Paris em março deste ano.

Paris é exemplo de caminho sem volta

Esse é um caminho que será mais comum nos próximos anos. É difícil para os fabricantes, no momento atual de investimentos e de mudança para a indústria, justificar gastos de milhões de dólares em uma participação em um evento dividindo os holofotes. Quando eles poderiam realizar seus próprios eventos. E com isso gastar muito menos e fazer vendas.

Ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Notícias relacionadas