VW T-Cross 2025
Vagner Aquino/Especial para o Estadão

VW T-Cross 2025 estreia no Brasil com novo visual; veja os preços

SUV compacto tem mudanças nos faróis, grade, lanternas e para-choques, mais itens de série, mas não muda mecânica; preço parte de R$ 142.990

Por Vagner Aquino 15 de mai, 2024 · 5m de leitura.

O Volkswagen T-Cross está de cara nova. O SUV mais vendido do Brasil, que emplacou mais de 6.200 unidades só em abril, acompanha as mudanças visuais do modelo europeu e estreia sua primeira reestilização. Lançado em 2019, o utilitário exibe alterações pontuais e, como estratégia, a fabricante mantém os preços, que partem de R$ 142.990 na opção 200 TSI. A versão de entrada Sense – hoje com tabela de R$ 119.890 – será lançada nos próximos dias.

Feito na planta de São José dos Pinhais, no Paraná, o T-Cross 2025 tem nova dianteira. Nela, a grade foi redesenhada, mas o filete de LEDs – como visto no Taos e no T-Cross europeu – não deu as caras no SUV brasileiro. Em seu lugar, há uma peça cromada. O para-choque também ganhou novo desenho, e uma das mudanças é que saem as luzes de neblina, função agora a cargo das luzes diurnas, que estão maiores.

VW T-Cross 2025
Vagner Aquino/Estadão

Na laterais, nada de mudanças. Como de praxe, apenas novas rodas. Estas são feitas de liga leve e têm 17″ nas configurações mais caras. A versão de entrada ainda não apareceu. Por fim, atrás as lanternas de LEDs têm nova assinatura. Mas (felizmente) não é no formato de “X” do europeu. O efeito tridimensional aparece nas versões topo de linha. Já o para-choque mantém o desenho, mas ganha moldura preta maior, que realça a robustez.

VW T-Cross 2025
Vagner Aquino/Estadão

Por dentro do VW T-Cross 2025

Das portas para dentro, mudam o painel e os materiais. Por exemplo, o quadro de instrumentos é digital de 10,25″ (ou de 8″, nas versões mais baratas). Mas o multimídia, que passa a ter tela flutuante de 10″, é a cereja do bolo. O equipamento mantém o sistema VW Play, desenvolvido no Brasil. Ademais, o SUV compacto foi melhorado. E há novos materiais de revestimento, como tecido no interior das portas e couro sintético nos bancos.


VW T-Cross 2025
Vagner Aquino/Estadão

Mecânica do SUV não muda

Debaixo do capô, a VW não mexeu. Dessa forma, o T-Cross 2025 continua com as mesmas opções: motor 1.0 turboflex com 128 cv, nas configurações de entrada, e motor 1.4 turbo de 150 cv na opção mais cara. O câmbio é sempre o automático de seis marchas, com tração dianteira.

Os nomes das versões de acabamento do VW T-Cross também permanecem iguais. Assim, o portfólio tem as opções 200 TSI (R$ 142.990), Comfortline (R$ 160.990) e Highline (R$ 175.990). O T-Cross Sense continua como está e muda somente no fim do ano. Por fim, o SUV passa a oferecer o pacote Dark, com componentes em tom escurecido, como as rodas.


Siga o Jornal do Carro no Instagram!

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Ainda vale à pena comprar o Corolla sedã híbrido? Veja o teste com o sedã
Newsletter Jornal do Carro

Complete seu cadastro para receber as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.

Campo obrigatório
Tudo certo!

Seu cadastro foi enviado. Em breve você receberá as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.