Redação:

Pai de Lewis Hamilton vai leiloar 18 carros raros de sua coleção

Anthony Hamilton reúne rara coleção que tem modelos de 1932 a 2006. Ford GT é o modelo mais caro com lance de 280 mil libras esterlinas

Hamilton
Ford GT Crédito: Ford/Divulgação

O hexa-campeão de Fórmula 1 Lewis Hamilton teve a quem puxar. Dono de uma coleção de cair o queixo, o pai do piloto, Anthony Hamilton, também é apaixonado por carros. Porém, ele resolveu se desfazer de algumas dessas raridades por meio de um leilão que acontecerá amanhã (31) e sábado (1). Os 18 ícones podem ser conferidos no site da empresa britânica Siverstone Auctions.

Aliás, são ícones, mesmo! Para se ter ideia, os modelos são fabricados entre 1932 e 2006 – a maioria, de marcas inglesas. Mas tem também norte-americanos, como Chevrolet Corvette C1 (1957) e até o alemão Mercedes-Benz SLR McLaren. Datado de 2006, o esportivo da marca da estrela de três pontas é um dos modelos mais novos da coleção. Lances partirão de nada menos que 200 mil libras esterlinas, cerca de R$ 1,3 milhão na conversão direta ao câmbio de hoje (30).

Quando se fala em leilão, logo se pensa em preço. E, neste quesito, o pai de Hamilton não deixa barato, literalmente. Durante o Classic Live Online Auction (nome dado ao evento) o modelo mais caro em oferta será o americano Ford GT (2006). O esportivo carrega a exclusividade de ser uma das 100 unidades importadas para a Europa entre 2005 e 2006.

Debaixo do capô, o Ford GT transporta um motor V8 de 5,44 litros capaz de gerar até 550 cv. Este exemplar registra apenas 43 milhas (cerca de 70 km) no odômetro. A oferta inicial está entre 250 mil e 280 mil libras – aproximadamente R$ 1,84 milhão.

Antigos no leilão

De acordo com Nick Whale, diretor da Silverstone Auctions, esta é uma “incrível seleção de carros”. E é mesmo! Afinal, tem modelos para todos os gostos (e bolsos), inclusive, os clássicos da Triumph, que são maioria. Um dos principais é o especialíssimo TR5 (1968), que é considerado pela empresa de leilões como “o melhor TR5 do mundo”. O esportivo tem motor 2.5 de 150 cv e deve rondar as 90 mil libras (R$ 592 mil).

O modelo mais antigo da coleção de Anthony Hamilton é o Wolseley Hornet March Special, de 1932. Equipado com um motor de seis cilindros em linha, de 45 cv, e um chassi alongado da Morris Minor, a raridade é equipada com freios hidráulicos. Este exemplar pertence ao lote de sete unidades desenhadas por Freddie March (o mesmo que fundou o circuito de Goodwood), e construídos por John Charles. A estimativa de preços chega às 40 mil libras esterlinas, ou R$ 263 mil.

Demais raridades

No mais, a lista de automóveis do pai de Lewis Hamilton inclui: Swallow Doretti Roadster (1954), Morris Mini Cooper S (1968), Austin Healey 100-6 (1958), MGA Twin Cam (1960) e Alvis TD21 (1960). Sem contar os Triumph TR3/A (1957), TR8 (1980), TR3A (1960), Stag Mk III M/OD (1977) e o raríssimo Italia 2000 GT (1960).

Quem estiver com pouca grana e quiser o carro mais baratinho da coleção, pode optar pelo Morris Mini Traveller De Luxe (1965). O pequenino foi comprado por Louis Mountbatten, que tem parentesco com a rainha Elizabeth II. Com sistema de aquecimento do interior e toda a documentação original, parte de 20 mil libras. Ou seja, pouco mais de R$ 131 mil.

O leilão online será transmitido ao vivo, mas os interessados podem inspecionar os carros pessoalmente, antes de bater o martelo. Caso queira se arriscar, ou ao menos contemplar as máquinas, o evento acontece às 11h, no horário de Brasília.

Inscreva-se no canal do Jornal do Carro no YouTube

Veja vídeos de testes de carros e motos, lançamentos, panoramas, análises, entrevistas e o que acontece no mundo automotivo em outros países!

Inscrever-se

Ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais