Notícias

Mais de 230 motos antigas são destruídas durante incêndio em museu austríaco

Enorme museu localizado nos alpes austríacos reunia vasta coleção de motos de mais de 100 fabricantes. Acervo reabriria as portas no próximo dia 24

Emily Nery, para o Jornal do Carro

23 de jan, 2021 · 4 minutos de leitura.

Museu Top Montain Crosspoint" >
Museu Top Montain Crosspoint
Crédito:Reprodução/Ronan Glon/Autoblog

Uma coleção que reunia mais de 230 motos antigas foi perdida após um grande incêndio no museu Top Mountain Crosspoint, na Áustria. O incidente do dia 18 de janeiro também levou ao menos uma dúzia de carros antigos.

Em funcionamento desde 2016, o Top Mountain Crosspoint levava a fama de museu mais alto a Europa. Próximo à divisa com a Itália, o local fica a 2.174 metros acima do nível do mar.

Harley Davidson JD-F-Modell era uma das mais de 230 motos que faziam parte do acervo do museu
Harley Davidson JD-F-Modell era uma das mais de 230 motos que faziam parte do acervo do museu Divulgação/Museu Top Montain Crosspoint

Infelizmente, estavam no incêndio motocicletas centenárias, como a tcheca Laurin & Klement CC Dourdan de 1905, uma Harley Davidson JD-F-Modell de 1916 e uma Indian V Twin de 1912. Embora carregassem o peso da idade, todas estavam em perfeito estado.

Laurin & Klement CC Dourdan 1905
Laurin & Klement CC Dourdan 1905Divulgação/Museu Top Montain Crosspoint

O museu não só recontava a história da indústria motociclística bem como o início das motos de corrida. Por lá havia uma Anzani de 1920. O veículo que mais se assemelhava a uma bicicleta possuía um enorme motor de 2.400 cc de 2 cilindros

Marcas pouco conhecidas pelo público estavam no acervo

Além disso, a coleção trazia uma vasta gama de marcas que não existem mais atualmente, como a Zündapp, as italianas Aermacchi Motocycle e Bianchi e até a francesa Monet et Goyon.

Da mesma forma, os automóveis também chamavam atenção. Lá estavam um Porsche 959 de 1988, a versão de rua do Alfa Romeo 8C 2300 Monza de 1932, o compacto Messerschmitt KR175 1954 e até a van Fiat 600T.

Museu Top Montain Crosspoint
Embora o museu focasse em motoclicletas o acervo trazia uma enorme coleção automotiva. Dentre os modelos, estão o Messerschmitt KR175 1954, por exemplo. Reprodução/Ronan Glon/Autoblog

A curadoria do Top Mountain Crosspoint também realizava exposições temporárias, das quais circulavam por temas como "veículos off-road", "veículos de ski-board" e motos de corrida. A última exposição, exibida em 2020, trazia a história da Indian Motocycles. Você pode conferir um spoiler das motos expostas abaixo:

Museu estava fechado no momento do incêndio

Ainda não há notícias sobre como começou o fogaréu, pois o museu estava de portas fechadas desde o início de novembro, a fim de cumprir as restrições austríacas de isolamento. Por fim, ninguém se feriu.

Veja o momento do incidente:


Continua depois do anúncio