Carro precisa de aditivos para funcionar melhor?

Quando usar (ou não) aditivos para combustível, radiador e limpador de para-brisa

abastecimento de combustível em posto
Crédito: Os motores dos carros nacionais foram projetados para funcionar com combustível comum, e dispensam aditivos. Foto: Vivi Zanatta/Estadão

Na hora de abastecer, é comum o frentista oferecer algum aditivo ao “doutor”. Na maioria dos casos, o argumento é o de que a potência aumenta, o desempenho melhora, ou coisa similar. No entanto, também na maioria dos casos, aditivos ao combustível são desnecessários. Gasta-se mais sem praticamente nenhum benefício para o automóvel.

+ Aprenda a trocar as palhetas do limpador

+ Veja como substituir o filtro do ar-condicionado

Os veículos nacionais são projetados para funcionar com combustível comum, seja etanol ou gasolina. Pode-se optar ainda pela aditivação na bomba. Nesse caso, o combustível traz em sua composição detergentes e dispersantes, que têm a função de limpar depósitos de carvão que se formam em sede de válvulas, por exemplo.

Para automóveis de tecnologia mais refinada e alto rendimento (normalmente importados, com turbo e injeção direta, por exemplo), as fabricantes costumam recomendar combustível do tipo premium, de maior octanagem. Esse tipo de gasolina, que é mais cara, só rende o que se espera dela em motores mais avançados. Em propulsores convencionais, de baixa tecnologia e baixa taxa de compressão, o efeito é inócuo.

Aditivos para radiador e para-brisa

Além dos aditivos para combustível, há ainda os produtos para radiador e limpador de para-brisa. No caso do radiador, eles são indispensáveis, porque evitam o superaquecimento do motor. Normalmente, ele tem etilenoglicol, que eleva o ponto de ebulição da água. Além disso, o produto evita a corrosão interna, e lubrifica tanto o radiador como a bomba d’água.

Em regiões de temperatura mais baixa (caso de Europa, América do Norte e Japão, por exemplo), o aditivo de radiador tem a função inversa. Ou seja, deve evitar o congelamento do líquido de arrefecimento.

Para a correta utilização e proporção de mistura, siga as instruções e consulte o manual do veículo.

Por fim, há ainda o aditivo para limpadores de para-brisa. Nesse caso, sua função é auxiliar na remoção de sujeira ou insetos que vão grudando no vidro. Normalmente, são compostos por uma mistura de água e detergente. E costumam ser úteis especialmente em estradas que cortam áreas rurais, nas quais há maior incidência de insetos.


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Notícias relacionadas