Blog do Boris Boris Feldman

22/03/2021 - 7 minutos de leitura. Atualizado: 30/03/2021 | 16:44

Mais 10 trapalhadas: leitores (e Camus) enriqueceram a lista

Famoso escritor francês esteve por aqui nos anos 50 e disse que os motoristas brasileiros são “alegres loucos ou frios sádicos”

Muitos leitores também se manifestaram sobre o motorista brasileiro, acrescentando outras trapalhadas às mencionadas em nossa última coluna. Aliás, até o escritor francês Albert Camus se assustou com o nosso trânsito…

foto: Shutterstock

Luzes

São muitos os motoristas que não dão a menor pelota para os outros na estrada ou na cidade quando o assunto são os faróis. Que vivem desregulados. Ou se desregularam por excesso de peso no porta-malas ou caçamba e o motorista não teve o cuidado de acionar o ajuste. Incomodam também os originais substituídos por LEDs, xênon ou semi-holofotes instalados irregularmente.

Infração

O esperto não se preocupa com congestionamentos na rodovia. Afinal – pensa ele – acostamento é exatamente para eu ultrapassar todos estes trouxas esperando aí nas faixas centrais. E não hesitam em acelerar pelo acostamento. Acabam formando outra fila, que vai impedir a passagem dos carros de socorro como bombeiros ou ambulâncias.

Fila?

É possível a conversão à esquerda numa avenida, com semáforo. E enquanto fechado, forma-se uma fila de carros aguardando o verde. Mas tem sempre o esperto que passa por todos e, próximo ao semáforo, “espreme” os que aguardavam pacientemente, fura a fila, converte e vai em frente…

“Preferência”

Tem motorista que não vacila em acionar a seta direcional para mudar de faixa na avenida ou na estrada. E acha que por isso não precisa se preocupar com os outros carros vindo por ela. Afinal – pensa o esperto – se eu sinalizei, então tenho a preferência para entrar ou mudar de faixa. Quem vem nela que reduza para que eu possa entrar…

Cinto

Por incrível que pareça, o cinto do banco traseiro ainda não é afivelado pela maioria dos passageiros. Estatísticas da policia rodoviária revelam que nem a metade de quem vai atrás se protege com ele. Pois acham ser obrigatório apenas nos bancos dianteiros. “Então, – perguntam –  para quê usá-lo atrás, se tem o encosto do banco dianteiro me protegendo?”. Mas, além de nada proteger, cinto de segurança é obrigatório para todos os passageiros.

Mínima

O Código de Trânsito é muito claro: proibido circular numa rodovia a uma velocidade inferior à metade da máxima. E o que mais se vê são carros rodando a 40 km/h ou 50 km/h em estradas em que a máxima é de 110 km/h.

São, em geral, aqueles chatos que rodam na faixa da esquerda sem dar passagem para os que chegam mais rápidos. Ou vão reduzindo a velocidade em plena rodovia à procura de alguma placa ou sinalização. Ou até para facilitar que o passageiro tire uma foto do local. Pode?

Diferença

Há quem argumente que a maioria dos acidentes na estrada não é provocada pela velocidade em excesso, mas pela diferença dela entre dois carros. Se um deles, por exemplo, vem a 110 km/h atrás de outro que reduz subitamente para 40 km/h (em função de um radar, por exemplo…), é batida certa.

Cristal

São muitos os “descuidados” que decidem converter à esquerda ou direita sem acionar as setas direcionais. Ou de desliga-las após a conversão. Como se o motorista que vem atrás tivesse uma bola de cristal para adivinhar suas intenções…

Psicopatas

O volante infelizmente não opera transformações na postura ou no caráter do indivíduo. Egoísta não fica generoso, nem selvagem vira civilizado. Aliás, pelo contrário, o motorista até revela facetas até então ocultas ou muito discretas de sua personalidade quando assume a direção. Surgem ao volante psicopatas, egoístas, confusos e valentões. A propósito, disso, Camus também se manifestou…

Loucos

O famoso escritor francês Albert Camus (1913-1960), Prêmio Nobel de Literatura, esteve no Brasil na década de 50 e suas impressões de viagem foram publicadas no livro “Camus, o Viajante”. Ele esteve em Porto Alegre, São Paulo, Rio, Salvador e Recife, numa época em que o país ainda engatinhava em termos de trânsito, automóveis e motoristas.

Mais artigos
 Mercedes nasceu há 120 anos, numa derrapada de Herr Daimler
 As 10 trapalhadas mais habituais do motorista
posto de gasolina

Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais