Avaliação

Avaliação: com nova Chevrolet S10 Z71, GM quer atrair público jovem

Nova Chevrolet S10 Z71 tem motor 2.8 turbodiesel, câmbio automático e tração 4x4, além de visual descolado ao preço sugerido de R$ 260.490

Tião Oliveira

16 de nov, 2021 · 7 minutos de leitura.

Chevrolet S10 Z71" >
Nova versão da picape S10 Z71, produzida pela General Motors (GM) em São José dos Campos (SP)
Crédito:GM/Divulgação

A Chevrolet S10 Z71 é a nova aposta da GM para reforçar a picape média na busca pela recuperação da liderança de vendas no Brasil diante da arquirrival Toyota Hilux. Com preço sugerido de R$ 260.490, a novidade fica posicionada como opção intermediária da linha com motor 2.8 turbodiesel ? a LS, de entrada, tem tabela inicial de R$ 221.490, e a de topo, High Country, parte de R$ 280.390.

Como o pacote Z71 é meramente estético, a missão da nova versão é conquistar consumidores jovens. Isso fica claro no slogan "Feita 'pra' toda aventura" e na escolha do Pantanal do Mato Grosso do Sul como palco para o test-drive para a imprensa. Afinal, trata-se de um ótimo cenário para fotos postadas no Instagram e vídeos feitos no TikTok.

Chevrolet S10 Z71
GM/Divulgação

Visual aventureiro

Durante o evento, que não teve trechos de off road pesado, a nova Chevrolet S10 Z71 fez bonito. Nesse sentido, colaboram o motor de 200 cv de potência e 51 mkgf de torque. Bem como a tração 4x4 com acionamento elétrico.

Os pneus 265/60 R18 são para todo terreno. As rodas de liga leve de 18 polegadas são iguais às da versão LTZ, a próxima na linha ascendente da S10. Contudo, na versão Z71, elas são pintadas de preto.

Além disso, há faróis com luzes de LEDs com máscara negra e a grade preta. O mesmo tom está nas capas dos retrovisores, no centro do para-choque dianteiro e nos apliques de plástico nas caixas das rodas.

Há ainda estribos laterais, santantônio e capota marítima, além de adesivos decorativos na parte inferior das laterais e da tampa traseira, bem como a inscrição Z71 e 4x4 dos dois lados da caçamba. Aliás, a identificação da versão da picape, em tom vermelho, também está no lado direito da grade dianteira.

Chevrolet S10 Z71
GM/Divulgação

Por dentro, poucas mudanças

Na cabine, o acabamento é baseado no da versão LT, cuja tabela começa em R$ 248.990. Mas há algumas exclusividades, como é o caso de apliques no painel e dos revestimentos pretos das portas e console. O volante (multifuncional) e os bancos, que têm alguns detalhes exclusivos, são revestidos de couro.

Entretanto, não há ajuste elétrico nem para o assento do motorista. E a coluna de direção não tem regulagem de profundidade ? há apenas de altura. O painel, por fim, é similar ao da versão LT.

Chevrolet S10 Z71
GM/Divulgação

Diesel com 4x4

A base mecânica é igual à das demais versões. Ou seja, motor é o 2.8 de quatro cilindros. Bem como o câmbio é automático de seis marchas e tração é no eixo traseiro com opção 4x4.

O único ajuste importante foi feito na eletrônica. Conforme a GM, o motor da Z71 tem a mesma programação da Chevrolet S10 High Country. Por isso, com um litro de diesel elas rodam 8,3 km na cidade e 10,6 km na estrada, em média. E aceleram de 0 a 100 km/h em 10,1 segundos.

A maior parte da avaliação foi feita em rodovias asfaltadas. E as poucas estradas de terra eram muito bem conservadas. Como não enfrentamos nenhum desafio difícil, acionamos o 4x4 (por meio de botão no console) apenas para dar mais aderência sobre piso arenoso.


Continua depois do anúncio

Chevrolet S10 Z71
GM/Divulgação

No mais, a Chevrolet S10 Z71 tem bom isolamento acústico e suspensão um pouco mole. Porém, em nenhum momento a picape balançou muito ou apresentou tendência de escapar em curvas rápidas, por exemplo. Para quem vai no banco de trás, h´á um certo desconforto sob piso irregular.

Seja como for, isso é comum em qualquer picape média rodando sem carga na caçamba. No assento traseiro, há bom espaço para as pernas e cabeça. Três pessoas viajam sem raspar os ombros umas nas outras.

S10 é vice-líder de vendas

O motor é elástico em alta rotação e o torque surge a partir das 2 mil rpm, segundo dados da GM. Na prática, há um ligeiro turbo lag (atraso na resposta), perceptível sobretudo quando o motorista precisa retomar velocidade de forma brusca. Mas isso não chega a ser um problema. Basta algumas voltas para se acostumar com essa particularidade.

Seja como for, a nova S10 Z71 tem como rivais as argentinas Hilux GR Sport e Ranger Storm. Aliás, no início de 2021 a picape da Ford chegou a ficar à frente da Chevrolet no ranking de vendas de médias. Mas o modelo feito em São José dos Campos (SP) retomou a vice-liderança da categoria. A Hilux é a líder absoluta no acumulado de janeiro a outubro de 2021, com 36.383 unidades. No mesmo período, a S10 teve 29.726 emplacamentos.

*Viagem feita a convite da GM do Brasil.

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se

Prós

  • Com vários itens pintados de preto, picape chama muita atenção por onde passa

Contras

  • Modelo poderia ter volante com regulagem de profundidade e banco com ajuste elétrico

Ficha Técnica

Chevrolet S10 Z71

Preço sugerido

R$ 260.490

Motor

2.8, 4 cil., turbodiesel

Potência

200 cv a 3.600 rpm

Torque

51 mkgf a 2.000 rpm

Tração

Traseira ou 4x4

Câmbio

Automático, 6 marchas

Comprimento

5,36 metros

Largura

1,87 metro

Consumo

10,6 km/l (estrada)