BYD Song Pro
BYD/Divulgação

BYD Song Pro chega para ser 'pesadelo' do Toyota Corolla Cross; veja os preços

Novo SUV híbrido plug-in chega ao País com preço para brigar com Toyota Corolla Cross; BYD Song Pro tem duas versões e será feito na Bahia

Por Diogo de Oliveira e Thais Villaça 10 de jul, 2024 · 7m de leitura.

Enquanto montadoras locais e o governo discutem uma possível taxação imediata dos carros importados chineses, a BYD não para de fazer lançamentos no País. Nesta quarta-feira (10), a marca inicia as vendas do Song Pro, novo SUV híbrido plug-in de entrada. O modelo chega disponível em duas versões: GL, de R$ 189.800, e GS, de R$ 199.800. Por esse preço (válido para as 3.000 primeiras unidades), vem concorrer com o Toyota Corolla Cross.

BYD Song Pro também mira Jeep Compass

Além de mais barato que o do Corolla Cross XRV híbrido flex, com tabela de R$ 202.690, o BYD Song Pro tem preço para incomodar o Jeep Compass, líder absoluto dos SUVs médios há anos. Por exemplo, o modelo da Stellantis feito em Goiana (PE) parte de R$ 179.990 na versão Sport com motor 1.3 turboflex de 185 cv e câmbio automático de seis marchas. Pois o SUV chinês é mais potente, com até 235 cv, e recarregável em tomadas. E será feito em Camaçari (BA).

BYD Song Pro
BYD/Divulgação

Como é o BYD Song Pro

Na comparação com o Song Plus 2025, o Pro tem um conjunto híbrido parecido. É um pouco menos potente, mas tem maior autonomia. O motor 1.5 aspirado a gasolina gera 98 cv de potência e 12,4 mkgf de torque máximo, e trabalha em conjunto um motor elétrico. Este também fica na dianteira e produz 197 cv e 30,6 mkgf. Assim, combinados, geram 223 cv na versão de entrada GL, e alcançam os 235 cv do Song Plus na versão de topo GS.

BYD/Divulgação

Além dos motores, o conjunto híbrido traz também as baterias recarregáveis em tomadas e eletropostos. É com elas, aliás, que o SUV chinês promete rodar até 1.100 km com um tanque de combustível e 100% de carga. O Song Pro GL tem um pacote de baterias Blade com capacidade de 12,9 kWh. Este tem autonomia de 71 km em modo elétrico. Já o Song Pro GS tem uma bateria de 18,3 kWh, que alcança até 110 km apenas com eletricidade.


Já no padrão PBEV do Inmetro, o BYD Song Pro tem uma autonomia elétrica de 68 km e autonomia total de 780 km, com o tanque de combustível de 52 litros cheio e as baterias 100% recarregadas. Conforme a BYD, o SUV tem uma eficiência térmica “impressionante” e uma “aceleração rápida”, com zero a 100 km/h em 7,9 segundos na versão GS, de 235 cv. Para comparação, o Jeep Compass Sport leva 8,8 segundos.

BYD Song Pro
BYD/Divulgação

Diferenças entre Song Pro e Plus

Apesar do mesmo primeiro nome (Song), os modelos Pro e Plus são diferentes. No visual, por exemplo, o novo SUV tem faróis mais estreitos e “dentados”, com LEDs verticais e para-choques mais “parrudo”. Já a traseira é mais parecida, mas as lanternas do Song Pro têm desenho diferente das luzes de LEDs, com um toque mais jovem. Por fim, os dois SUVs também se parecem por dentro, mas o Pro traz uma cabine mais jovial e sutilmente simplificada.


Como em todos os carros da BYD, o destaque a bordo é o multimídia central. No caso do Song Pro, a tela giratória tem 12,8 polegadas, enquanto o display de LCD do quadro de instrumentos tem 8,8″. E não pense que a lista de equipamentos é modesta. O novo SUV vem de série, por exemplo, com ar-condicionado de duas zonas, carregador de celular por indução, chave presencial, abertura elétrica do porta-malas e banco do motorista com ajustes elétricos.

BYD/Divulgação

Dessa forma, a lista descarta itens mais sofisticados, como teto solar panorâmico e assistentes de condução semiautônomos, como frenagem automática de emergência, alertas de ponto cego e controle de cruzeiro adaptativo. Mas tem um pacote completo de itens de segurança, com seis airbags (incluindo dois de cortina), ABS, controle de estabilidade, monitor de pressão dos pneus e freio eletrônico com Auto Hold e assistente de descida em rampas.


BYD/Divulgação

Em relação às dimensões, o BYD Song Pro é maior que o Plus no comprimento, com 4,74 metros, e na altura, com 1,71 m. Já a largura é menor (1,86 m), enquanto o entre-eixos mede 2,72 m. O irmão Song Plus tem, respectivamente, 4,70 m, 1,89 m, 1,68 m e 2,76 m. Seja como for, o porta-malas de 520 litros é enorme e até superior ao de sedãs. Para comparação, o Corolla Cross tem 440 litros, enquanto o Compass Sport tem 410 litros.

BYD Song Pro
BYD/Divulgação

BYD Song Pro também tem opção de assinatura

Com o Song Pro, a BYD lança também o seu programa de assinatura. O SUV híbrido plug-in tem mensalidade a partir de R$ 4.925, valor que já incluí cobertura seguro, IPVA e licenciamento. Assim, o novo modelo também acirra a disputa com o GWM Haval H6, que também acaba de ganhar opção de assinatura mensal.

Siga o Jornal do Carro no Instagram!

Newsletter Jornal do Carro

Complete seu cadastro para receber as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.

Campo obrigatório
Tudo certo!

Seu cadastro foi enviado. Em breve você receberá as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.