Diogo de Oliveira, especial para o Jornal do Carro

18/09/2020 - 3 minutos de leitura.

Citroën C4 Cactus sai de linha na Europa, mas viverá no Brasil

SUV compacto da marca francesa deixará de ser produzido na Espanha após seis anos junto com C4 Picasso

c4 cactus
C4 CACTUS DÁ ADEUS AOS MERCADOS DA EUROPA Crédito: CITROËN/DIVULGAÇÃO
Carro

Vai comprar um 0km? Nós te ajudamos a escolher.

A Citroën vai encerrar até o fim deste mês a produção de três modelos na Europa, informa reportagem do site francês Largus. Com o lançamento da nova geração do médio C4, a marca aposenta o C4 Cactus e a minivan C4 Sport Tourer, que foi vendida também por aqui como C4 Picasso.

Além dos dois modelos da velha gama C4, a Citroën vai tirar de linha o veterano C-Zero; um pequeno hatch elétrico baseado no japonês Mitsubishi i-MiEV. Vendido há dez anos, o carrinho está defasado e não faz mais sentido oferecê-lo com tantas novidades. Evidentemente, as baixas vendas também contribuíram para a decisão da empresa. O trio perdeu volume nos últimos anos e a pandemia jogou a pá de cal.

No caso da minivan C4 Picasso, a Citroën decidiu manter em linha apenas a versão de sete lugares, Grand Space Tourer, um reflexo das boas vendas do SUV C5 Aircross, que vem absorvendo os clientes de monovolumes. Já o C4 Cactus perdeu a razão de existir com a chegada da nova geração do C4, que deixa de ser um hatch médio tradicional para adotar traços e características de SUV.



Inscreva-se no canal do Jornal do Carro no YouTube

Veja vídeos de testes de carros e motos, lançamentos, panoramas, análises, entrevistas e o que acontece no mundo automotivo em outros países!

Inscrever-se

Atraso no Brasil, C4 Cactus continua por aqui

Com a despedida na Europa, o C4 Cactus seguirá em linha apenas no Brasil, na fábrica da PSA Peugeot Citroën em Porto Real, no Rio de Janeiro. Similar ao europeu, o Cactus brasileiro demorou muito a chegar por aqui. Ele estreou quase quatro anos depois do original, em setembro de 2018. Por isso, quando foi lançado já trouxe a reestilização de “meia vida” promovida em 2018.

Para a filial brasileira, o Cactus é atualmente o produto mais importante, o único que tem conseguido algum volume. Por causa da pandemia, as vendas de 2020 estão cabisbaixas – apenas 6.720 unidades foram emplacadas até agosto. Em 2019, seu único “ano cheio”, o crossover somou 16.438 unidades, praticamente salvando o ano (e as finanças) da Citroën no Brasil.

c4 cactus
CITROEN

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


OFERTA EXCLUSIVA

Citroën C4 CACTUS SHINE 1.6 THP AUTOMATICO