Você está lendo...
Carro voador elétrico da Embraer terá rota testada neste mês no Brasil
Notícias

Carro voador elétrico da Embraer terá rota testada neste mês no Brasil

Eve Air Mobility, subsidiária da Embraer, vai realizar primeiros voos na rota que será usada pelo carro voador elétrico da empresa em 2026

Redação, Jorge Carrasco, especial para o Jornal do Carro

02 de nov, 2021 · 6 minutos de leitura.

Carro voador Embraer
Embraer vai começar a testa rota que será usada por seu carro voador elétrico no Rio de Janeiro
Crédito:Eve Air Mobility/Divulgação

A Eve Air Mobility, divisão de mobilidade urbana da Embraer, iniciará no dia 8 de novembro uma simulação de Mobilidade Aérea Urbana (UAM). Os testes fazem parte do projeto do carro voador elétrico.

A rota vai conectar a Barra da Tijuca ao Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão), na cidade do Rio de Janeiro. De início, a Eve utilizará um helicóptero. Depois disso, contará com a ajuda de parceiros estratégicos, bem como de entidades governamentais.

A simulação vai avaliar o ecossistema para a futura operação da aeronave elétrica de pouso e decolagem vertical (eVTOL). O modelo criado pela subsidiária da Embraer terá baixo ruído e zero emissão de carbono.


Voos diários por R$ 99

Nesta fase inicial de testes, serão realizados seis voos diários durante o período de um mês. A operação terá acompanhamento da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). E também do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), informa a Eve.

No momento, as passagens têm preço estimado a partir de R$ 99. Já o lançamento do carro voador está previsto para 2026.

carro voador Embraer
Reprodução/Youtube Embraer

Primeiros voos em 2021

Em março deste ano, a Embraer divulgou informações e imagens dos testes com seu carro voador. O "drone gigante" alçou voo pela primeira vez em Gavião Peixoto (SP), na sede da empresa de aeronáutica.

O projeto segue o conceito de carro voador eVTOL, adotado por outras empresas e montadoras. A sigla indica que o veículo elétrico consegue pousar e decolar verticalmente.

O modelo possui dez hélices movidas por motores elétricos. Além disso, a versão de produção poderá ganhar dois rotores para melhorar o desempenho em voos de cruzeiro. Nesta primeira viagem, a aeronave não comportou passageiros e voou sob controle remoto.


Atualmente, a Eve testa os softwares que farão a interface entre o carro voador e o piloto. A princípio, o modelo terá um humano no comando.

carro voador Embraer
Reprodução/Youtube Embraer

Aeronave será autônoma

Contudo, o objetivo para um segundo momento é que o carro voador seja totalmente autônomo. Ou seja, a ideia é que o modelo trabalhe como um carro de aplicativo. Assim, basta o cliente pedir pelo smartphone para o veículo buscá-lo, tal como no app da Uber.


O projeto do carro voador propõe uma alternativa mais barata ao helicóptero. Assim como provoca a necessidade de se repensar o tráfego aéreo urbano nas grandes metrópoles.



Outros projetos

Conforme o Jornal do Carro noticiou, várias empresas - como, por exemplo, Hyundai e Uber - estão investindo forte neste meio de transporte. Afinal, a promessa é de que cheguem ao mercado até o fim desta década.

O UAM (Urban Air Mobility), da marca sul-coreana, também é totalmente elétrico. Sua velocidade máxima atinge 290 km/h, e o modelo pode, assim, voar entre 300 e 600 metros de altitude. A autonomia para viagens é de até 100 quilômetros, mas, segundo a Hyundai, a recarga completa da bateria em horários de pico levará entre 5 e 7 minutos.


Carro voador viaja durante 35 minutos na Eslováquia
Klein Vision/Reprodução

Carro voo de 35 minutos na Europa

Em maio deste ano, a companhia eslovaca, Klein Vision, fez com que seu protótipo, o AirCar, conseguisse alçar voo por 35 minutos. Nesse caso, entretanto, o veículo se parece com carro esportivo de verdade, pelo menos na dianteira. Assim, a traseira lembra mais uma aeronave.

Desse modo, o AirCar fez um voo doméstico na Eslováquia e saiu de Nitra e foi até Bratislava, capital do país. Essa foi a primeira viagem intermunicipal do protótipo da Klein Vision.


De acordo com o criador, o professor Stefan Klein, o veículo voou a uma altura de 2,5 mil metros e alcançou a velocidade de cruzeiro de 190 km/h. No entanto, ele só consegue transportar duas pessoas, com um limite de peso de até 200 kg. Sem passageiros, ele pesa 1,1 tonelada.

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Deixe sua opinião