Mercado

Carros elétricos e híbridos ganham etiqueta do Inmetro; veja os mais econômicos

Lista atualizada do Inmetro revela o consumo de 22 modelos elétricos e 78 híbridos; BMW i3 faz 47,7 km/l na cidade, veja os mais econômicos

Vagner Aquino, especial para o Jornal do Carro

30 de set, 2021 · 6 minutos de leitura.

Selo Conpet mais econômicos
Selo do Programa de Etiquetagem do Inmetro (Conpet) traz a classificação de cada veículo, além das médias de consumo
Crédito:Diogo de Oliveira/Estadão

O Inmetro divulgou a versão 2021 do Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBEV) e, como principal novidade, passa, então, a oferecer informações sobre consumo de 22 carros elétricos e 78 híbridos, incluindo veículos comercias. O total corresponde a aproximadamente 10% dos modelos 0-km disponíveis no mercado brasileiro.

O programa tem por função, portanto, classificar os veículos vendidos no Brasil quanto à eficiência energética, fornecendo informações sobre a autonomia (em km por litro) de combustível na cidade e na estrada, e também emissões de gases. No total, são 35 fabricantes e 990 modelos distribuídos, assim, em 15 categorias.

De acordo com a lista, o Chevrolet Onix Plus é o automóvel com motor a combustão (1.0 Flex de 82 cv) mais econômico do Brasil. O hatch compacto faz até 17,7 km/l na estrada, com gasolina. Recentemente, o Jornal do Carro trouxe o ranking dos carros com menor consumo de combustível, também com base nos números do Inmetro.

Inmetro elétricos
Mini/Divulgação

Metodologia

Tal como ocorre desde 1984 com os eletrodomésticos, como geladeiras, aparelhos de ar-condicionado e fogões, os veículos, então, passam por ensaios em laboratório acreditados pelo Inmetro. E recebem etiquetas (fixadas no para-brisa) que informam a sua classificação e categoria, bem como as notas de "A" (mais eficiente) a "E" (menos eficientes).

Por falar em categorias, são elas: Subcompacto, Compacto, Médio, Grande, Extra Grande, Utilitário Esportivo Compacto, Utilitário Esportivo Grande, Utilitário Esportivo Compacto 4x4, Utilitário Esportivo Grande 4x4, Fora de Estrada, Minivan, Comercial, Picape Compacta, Picape e Esportivo. De acordo com o Inmetro, na versão 2021 foi excluída a categoria de veículos Micro Compactos.

"O Programa é dinâmico e, por isso, precisa sempre ser atualizado para acompanhar a evolução dos produtos. É o caso com a chegada dos híbridos e elétricos nesta versão 2021", destaca Hercules Souza, chefe da área de regulamentação da diretoria de avaliação da conformidade/Inmetro. Para ele, a ferramenta, dessa forma, é fundamental para o aprimorar os produtos e também para a decisão de compra do consumidor.



Inmetro
Felipe Rau/Estadão

Como são feitos os testes?

Para obter o certificado, os veículos avaliados, a princípio, fazem teste em pista e medição de consumo em laboratório. Esta última, em suma, segue as normas da ABNT NBR 7024. Por meio dela, no entanto, são respeitados ciclos de condução nos padrões urbano e rodoviário, e combustíveis de referência.

Em época de preços dos combustíveis nas alturas, vale, assim, ficar de olho na eficiência energética antes de decidir a próxima compra. Entretanto, cabe salientar que o consumo efetivo de um veículo pode diferir da tabela do Inmetro. Afinal, tudo depende de fatores como condições do veículo e das vias e o modo de condução do motorista.

Abaixo, os cinco carros elétricos mais eficientes de acordo com a tabela do Inmetro. A metodologia leva em consideração a unidade MJ/km (megajoule por quilômetro), fundamental no PBVE. O consumo, dessa forma, é convertido em km/l. Veja:

1) BMW i3 (R$ 304.950)

Inmetro
BMW/Divulgação
Continua depois do anúncio

Motor elétrico com autonomia de 260 km
Consumo energético: 0,47 MJ/km
Convertido em km/l: 47,7 km/l (c) e 39,4 km/l (e)

2) Chevrolet Bolt (R$ 270.170)

Inmetro
Chevrolet/Divulgação

Motor elétrico com autonomia de 383 km
Consumo energético:
0,50 MJ/km
Convertido em km/l: 45,3 km/l (c) e 36,3 km/l (e)

3) JAC e-JS4 (R$ 249.900)

JAC
Vagner Aquino/Jornal do Carro

Motor elétrico com 420 km de autonomia
Consumo energético:
0,52 MJ/km
Convertido em km/l: 41,8 km/l (c) e 36,5 km/l (e)

4) Caoa Chery Arrizo 5e (R$ 159.900)

Inmetro
Caoa Chery/Divulgação

Motor elétrico com 322 km de autonomia
Consumo energético:
0,55 MJ/km
Convertido em km/l: 39,3 km/l (c) e 34,5 km/l (e)

5) JAC IEV40 (R$ 189.900)

Inmetro
JAC Motors/Divulgação

Motor elétrico com 300 km de autonomia
Consumo energético:
0,56 MJ/km
Convertido em km/l: 37,5 km/l (c) e 34,8 km/l (e)

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se