Notícias

Commander é o nome do novo SUV nacional de 7 lugares da Jeep

Marca confirma nome Commander para o novo SUV, que será lançado no último trimestre deste ano, com produção em Pernambuco

Diogo de Oliveira

27 de mai, 2021 · 5 minutos de leitura.

Jeep Commander 7 lugares" >
Novo SUV de 7 lugares da Jeep feito na fábrica de Goiana (PE) se chamará Commander
Crédito:Jeep/Divulgação

Depois de quase dois meses do primeiro teaser, a Jeep revelou nesta quinta-feira (27) o nome do seu próximo SUV nacional: o novo modelo se chamará Commander, tal como o Jornal do Carro publicou na ocasião. Para fazer um suspense, a montadora, então, inseriu um código morse na trilha sonora do vídeo. As imagens mostravam apenas as letras “E” e “R” na traseira.

Desta vez, a marca apresenta o Commander como o seu novo modelo para o segmento D-SUV. Ou seja, o utilitário de 7 lugares vem disputar mercado entre modelos 4×4 com motor a diesel. No caso, o 2.0 turbo diesel de 170 cv de potência e 35,7 mkgf de torque, que trabalha com a transmissão automática de 9 velocidades e oferece ajustes para condução off-road.

O novo Jeep Commander nascerá da plataforma Small Wide, a mesma base que serve ao Compass, ao Renegede e à picape Fiat Toro. Porém, o modelo será maior que o Compass, para receber a terceira fila de bancos, que será um de seus diferenciais na categoria. Da mesma forma, apesar de derivar do SUV médio, o Commander terá estilo próprio no design.

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se

SUV nacional mais tecnológico da Jeep

Segundo a Jeep, o Commander será “o SUV mais tecnológico feito na América Latina”. Além de ter as principais inovações do novo Compass, como o painel e uma multimídia enorme e conectada, o utilitário terá o quadro de instrumentos em tela colorida de 10 polegadas, bem como diversos recursos eletrônicos avançados de segurança ativa e passiva.

Tanquinho de Arla 32

Para reduzir emissões de gases, o Jeep Commander terá um tanque auxiliar de Arla 32, reagente à base de ureia já utilizado por caminhões. Assim, a marca vai reduzir a quantidade de gases emitidos pelo motor 2.0 turbo diesel. O reagente Arla 32 possui 32,5% de ureia pura na composição e gera reação química que quebra os óxidos de nitrogênio e os transforma em água e nitrogênio. Porém, será preciso reabastecer. E caberá à Jeep instruir os futuros donos. A solução já está no novo Compass.

Jeep Commander é flagrado no Rio de Janeiro
Reprodução/Instagram: @gutemberg__andrade

Flagras em testes de rua

Faltando poucos meses para estrear, o Jeep Commander está em fase final de testes. Foi num desses passeios que o modelo foi recentemente flagrado pelo seguidor do Jornal do Carro no Instagram, Gutemberg Andrade. O SUV trafegava todo camuflado pela ponte Rio-Niterói. Na imagem, fica evidente a divisão em três fileiras do modelo. A traseira chapada e o teto mais vertical não deixaram dúvidas de que se trata do Commander.

Vale lembrar que, no fim de 2020, o SUV foi visto por São Paulo. Naquela época, contudo, as lanternas estavam em evidência e ficava claro o formato dos faróis da Jeep. O SUV, no entanto, está bem longe de sua “terra natal”, já que o modelo será feito na fábrica da Jeep em Goiana (PE).

SUV Jeep Compass 7 lugares
Kleber Silva/K Design AG/Jornal do Carro

Herança do Grand Commander

Embora o Commander empregue várias das características do Compass, o seu desenho terá forte influência do irmão chinês Grand Commander. Ou seja, o SUV de 7 lugares será mais corpulento. A dianteira terá os faróis unidos à tradicional grade de sete fendas da Jeep, enquanto trás lanternas serão horizontais e estreitas, adentrando a tampa do porta-malas.

O Jeep Commander estreia no segundo semestre deste ano.


Continua depois do anúncio

Nissan Kicks  Exclusive CVT 1.6
Oferta exclusiva

Nissan Kicks Exclusive CVT 1.6