Redação

15/10/2020 - 7 minutos de leitura.

Corolla Cross: tudo o que sabemos sobre o SUV da Toyota

Modelo que finalmente irá colocar a Toyota na briga dos SUVs médios, Corolla Cross já foi registrado no INPI e deve ser lançado em seis meses

toyota corolla cross
Em termos visuais, o Corolla Cross não lembra em nada o sedã do qual deriva, mas a plataforma (TNGA) é a mesma, assim como a mecânica e o painel Crédito: Toyota/Divulgação
Carro

Vai comprar um 0km? Nós te ajudamos a escolher.

Em seis meses, finalmente o Corolla Cross estará entre nós. Aos poucos, mais e mais notícias sobre o SUV baseado no Corolla vão chegando. Com ele, a Toyota entra de vez no segmento que mais cresce no Brasil e no mundo.

A mais recente novidade é que o modelo já está registrado no Instituto Nacional de Propriedade Industrial, INPI (foto abaixo). O registro no órgão é uma das condições para o produto possa ser vendido no Brasil.

A previsão é a de que o Corolla Cross seja lançado em abril do ano que vem. Graças a ele, a participação da montadora japonesa deve crescer bastante nessa categoria. Isso porque atualmente os dois SUVs da marca concorrem em categorias superiores do mercado. Dão mais lucro, mas não representam muito em termos de volume. O RAV4 custa a partir de R$ 219.990, enquanto o SW4 mais barato sai por R$ 194.850.

Juntamente com os novos Hilux e SW4, recentemente o Corolla Cross obteve nota máxima no crash test do Asean NCap, divisão para Ásia e Oceania do Global NCap. A picape e seu derivado, a propósito, também chegam renovados ao Brasil no mês que vem, importados da Argentina.

No impacto frontal, o Corolla Cross apresentou nota “adequada” no peito do motorista e na parte inferior da perna do condutor e do passageiro. No impacto lateral, o SUV foi considerado “impecável”. Na Tailândia, onde estreou, o SUV adota cinco airbags.

No aspecto de proteção infantil, o modelo obteve pontuação superior à obtida pela Hilux e SW4. Foram registrados somente alguns problemas na instalação de determinados tipos de cadeirinhas.

toyota corolla cross
Toyota/Divulgação

A empresa não divulgou detalhes sobre tecnologia que o modelo deverá oferecer no Brasil, mas é bem provável que, ao menos nas versões mais caras, o SUV traga o pacote denominado Safety Sense. Ele inclui alerta de saída involuntária de faixa (sem correção de volante), controle de cruzeiro adaptativo (ACC), frenagem automática, sensor de ponto cego e faróis de LEDs com assistente de facho alto.

Corolla Cross vai brigar com Jeep Compass e VW Taos

O Corolla Cross será um peça chave para concorrer com Jeep Compass e o VW Taos. O representante da Volkswagen teve lançamento mundial esta semana. Ele será feito na Argentina, e deve chegar ao Brasil praticamente junto com o SUV do Corolla.

O Corolla Cross será produzido na fábrica de Sorocaba (SP), sobre a mesma plataforma do Corolla, a TNGA. Embora as especificações técnicas do modelo nacional não tenham sido reveladas, é provável que o SUV utilize os mesmos propulsores do sedã. Ou seja, as opções deverão ser o 2.0 flexível Dynamic Force, de até 177 cv, e o híbrido. Este último utiliza motor 1.8 flexível de ciclo Atkinson e um elétrico. Juntos, produzem 122 cv de potência.



Mesmo sendo um SUV, a tração deverá ser apenas dianteira, e o câmbio, automático CVT. O Compass oferece tração 4×4 nas versões com motor a diesel.

Ele tem 4,46 metros de comprimentos, 1,82 m de largura, 1,62 m de altura e 2,64 m de entre-eixos. Essas medidas o colocam logo abaixo do RAV4, que tem 4,60 m de comprimento, 1,85 m de largura, 1,68 m de altura e 2,69 m de entre-eixos.

Embora seja derivado do Corolla, no SUV a suspensão é diferente. Na dianteira, o sistema independente, McPherson, foi mantido. Mas na traseira a Toyota optou pelo eixo de torção, mais simples do que o sistema independente presente no novo Corolla. O Corolla Cross traz disco nas quatro rodas e pode ser equipado com rodas de 17″ ou 18″.

Visual do Corolla Cross tem personalidade própria

Apesar do nome, o Corolla Cross é bem diferente do sedã em termos de aparência. E também não é um “mini-RAV4”. O modelo tem estilo próprio e não tão agressivo como no SUV maior. Ele aposta em linhas mais arredondadas, especialmente nas laterais.

A grade frontal é onde o modelo mais se aproxima do RAV4. Os faróis amplos e afilados invadem as laterais. O “Cross” do sobrenome fica por conta das molduras plásticas sem pintura nas caixas de roda e para-choques.

toyota corolla cross
Toyota/Divulgação

 

Ao contrário do exterior, por dentro o SUV lembra bastante o sedã. Painel de instrumentos, volante, console… tudo é o mesmo utilizado no sedã feito em Indaiatuba (SP). A versão das fotos é a de topo, pois tem o painel virtual do Corolla Altis, bem como o ar-condicionado digital e acabamento com couro no painel.

Inscreva-se no canal do Jornal do Carro no YouTube

Veja vídeos de testes de carros e motos, lançamentos, panoramas, análises, entrevistas e o que acontece no mundo automotivo em outros países!

Inscrever-se

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais