Dodge/Divulgação

Dodge vai revelar seu primeiro esportivo elétrico no dia 5 de março

Charger Daytona elétrico está cada vez mais próximo do lançamento; novo esportivo da Dodge será mais potente que antigos modelos Hellcat

Por Rodrigo Tavares 06 de fev, 2024 · 4m de leitura.

O novo Dodge Charger Daytona, totalmente elétrico, está cada vez mais próximo de ser lançado. Pouco tempo atrás, a marca publicou imagens que pareciam flagras, que davam a entender que sua chegada não estava muito distante. Contudo, a espera está prestes a acabar, e o primeiro esportivo elétrico da marca será revelado no dia 5 de março.

Segundo o site Automotive News, O vice-presidente sênior, Matt McAlear, anunciou detalhes sobre o novo esportivo, onde o novo Charger não estaria focado em autonomia ou baixo coeficiente de arrasto, denominando-o como “a próxima geração de muscle cars”.

Dodge/Divulgação
Dodge/Divulgação

Entretanto, em relação ao conceito do Charger Daytona, apresentado em 2022, alguns detalhes mudaram. Revelado como um protótipo quase pronto para produção, o modelo teve algumas de suas linhas chamativas atenuadas, bem como espelhos de formato mais convencional, por exemplo.

Contudo, detalhes como os faróis estreitos ao lado da entrada de ar permanecem no modelo, assim como a grande passagem de ar no capô. A traseira também permanece a mesma desde o modelo conceito. Além disso, o nome Daytona foi confirmado. Em termos de desempenho, o modelo promete entregar bons números.

Dodge Charger Daytona pode ter até 900 cv de potência

Dodge/Divulgação
Dodge/Divulgação

Durante o SEMA Show de 2022, a marca revelou que o Charger Daytona “básico” poderia ter 455 cv de potência, e que a variante esportiva Banshee, com dois motores, pode ultrapassar os 800 cv. Rumores não oficiais falam em até 900 cv, por exemplo. Isso faria do novo Charger mais potente que modelos Hellcat a gasolina, por exemplo.

Um mistério que permanece é se motores a combustão equiparão o novo modelo. Por enquanto, a marca não nega e tampouco confirma a opção, entretanto. Seja como for, caso aconteça, espera-se um seis-em-linha de 3 litros de capacidade, biturbo. Contudo, chamariam-se apenas Charger. Com a queda na demanda por elétricos e com a concorrente Ford disposta a manter seus motores V8, não é um horizonte tão distante assim.


O Jornal do Carro também está no Instagram!

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Aceleramos o Defender 110 PHEV, que roda 51 km em modo elétrico

Newsletter Jornal do Carro

Complete seu cadastro para receber as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.

Campo obrigatório
Campo obrigatório
Cep inválido
CPF/CNPJ inválido
Telefone inválido
Tudo certo!

Seu cadastro foi enviado. Em breve você receberá as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.