História

Estrela de três pontas da Mercedes-Benz completa 100 anos

Logotipo da estrela foi registrado em novembro de 1921, na Alemanha, pelos irmãos Paul e Adolf Daimler, filhos do pioneiro Gottlieb Daimler

Redação, Com Daniel Tozzi Mendes, especial para o Jornal do Carro

15 de nov, 2021 · 4 minutos de leitura.

Estrela Mercedes-Benz" >
Ícone da Mercedes-Benz, estrela de três pontas completa 100 anos como símbolo de luxo sobre rodas
Crédito:Mercedes-Benz/Divulgação

Um dos símbolos mais icônicos do mundo dos carros completou 100 anos. Em 5 de novembro de 2021, a famosa estrela de três pontas dentro de um anel da Mercedes-Benz completou um século de existência. O logotipo foi oficialmente registrado como marca em 1921, em um escritório de patentes da região de Frankfurt, na Alemanha.

Na época, a montadora ainda se chamava Daimler-Motoren-Gesellschaft (DMG). Agora centenário, o emblema da estrela segue como o principal símbolo de uma das marcas de carros mais valiosas do planeta.

A história do logotipo remonta à primeira década do século XX, mais precisamente ao ano de 1909, quando a DMG registrou como marca a estrela de três pontas - mas sem o anel ao redor. O símbolo nasceu, então, pelo fundador da empresa, Gottlieb Daimler, no ano 1900. O objetivo foi representar a presença dos motores a gasolina feitos pela montadora, presentes em veículos de transporte por água, terra e ar.

Nos automóveis, o símbolo passou a estampar a grade do radiador logo que os filhos de Gottlieb, Paul e Adolf, registraram a marca.



Também na primeira década do século passado, a empresa lançou os primeiros modelos de Mercedes pela DMG. Entretanto, curiosamente, o nome veio do empresário austríaco Emil Jellinek, entusiasta da incipiente indústria automobilística da época. Ele encomendava automóveis da DMG e, em homenagem à sua filha, chamava-os de Mercedes.

Estrela Mercedes-Benz
Mercedes-Benz/Divulgação

Fusão com Benz & Cie

Em 1924, aconteceu, então, o passo definitivo para a consolidação do emblema como o conhecemos hoje: a fusão entre a DMG e a Benz & Cie, outra empresa alemã de automóveis da época.

Em 1909, a Benz & Cie, que já fazia sucesso com os seus primeiros carros, registrou logomarca com a inscrição "Benz" rodeada por uma coroa de louros, em referência, assim, às vitórias que a empresa vinha conquistando nas competições de automobilismo da Europa.

Estrela Mercedes-Benz
Mercedes-Benz/Divulgação

Dessa forma, em maio de 1924, deu-se início ao processo de fusão corporativa das empresas, com a ideia de unificar os emblemas, o que aconteceu em fevereiro de 1925, com a estrela de três pontas rodeada pelo anel, com a coroa de louros e as marcas nominais Mercedes e Benz. Desde então, poucas alterações ocorreram no logotipo, que continua a identificar automóveis, caminhões, ônibus e até os carros de corrida.

Continua depois do anúncio

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se