Você está lendo...
Fiat diz que só venderá carros elétricos na Europa a partir de 2027
Mercado

Fiat diz que só venderá carros elétricos na Europa a partir de 2027

Em uma disputa acirrada, Fiat terá 5 anos para vender apenas carros elétricos na Europa; marca irá lançar mais um modelo EV entre 2022 e 2023

Jady Peroni, especial para o Jornal do Carro

26 de fev, 2022 · 4 minutos de leitura.

Fiat 500e elétrico Stellantis
Fiat 500e foi o primeiro elétrico da marca italiana
Crédito:Fiat/Divulgação

A corrida pela eletrificação está mais acirrada do que nunca. Nessa semana, o Grupo Stellatins afirmou que a Fiat vai vender somente carros elétricos a partir de 2027. A meta, que serve apenas para a Europa, aponta um prazo ainda menor do que o primeiro estabelecido pela marca italiana, que buscava se tornar 100% elétrica no mercado europeu até 2030.

No anúncio, o grupo apresentou, em paralelo, uma tabela (abaixo) de veículos de baixa emissão de carbono (LEVS) de todas as marcas que pertencem a Stellantis. Nela, a Fiat apareceu com dois veículos, sendo um deles o hatch 500 que está atualmente no mercado. O outro é um modelo ainda não identificado, que, de acordo com as informações, tem previsão de lançamento entre 2022 e 2023.

Além disso, também foram apresentados os resultados do ano de 2021 e, segundo os dados, o 500e foi o modelo elétrico mais vendido no segmento. No total, foram cerca de 44 mil unidades em mais de 12 países da Europa.


Fiat lançamentos
Reprodução/Stellantis

Vale dizer que as filiais da Fiat em outras regiões, como por exemplo Brasil, terão estratégias totalmente distintas. Isso acontece, pois as regras de emissões e incentivos políticos são diferentes em cada país. Por isso, cabe a cada local averiguar as possibilidades de lançamento e como aumentar gradativamente o portfólio elétrico.

Possíveis carros elétricos da Fiat

O primeiro modelo da fase eletrificada da Fiat foi o pequeno 500e. O hatch estreou em 2020 na Europa. A nova geração manteve o elo com o passado, com linhas modernas de estilo retrô. Mas, dispõe de uma bateria de 42 kWh, capaz de entregar 118 cv de potência e 22,4 mkgf de torque, e com autonomia para até 320 km.




Lá fora, há mais dois veículos com motor elétrico. No entanto, ambos são comerciais. O primeiro é o e-Ducato, que já está disponível no mercado. Já o segundo é o e-Scudo, que terá estreia nos próximos dois anos e, inclusive, é cotado para o Brasil.  

Além desses, as especulações dizem que é bem possível que a marca lance um Panda elétrico, baseado no Centoventi Concept - que possibilita diversas configurações.

Centoventi Fiat
Divulgação/Fiat

A apresentação ainda mostrou que mais lançamentos estão previstos para as outras marcas do grupo. Como é o caso da Citroën, que vai lançar 3 modelos entre 2022 e 2023. Da mesma forma, a Jeep também aparece com dois carros, sendo um deles um híbrido-plug-in e um elétrico. Contudo, nenhum deles possui nome até o momento.

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Fiat Toro Endurance Turbo
Oferta exclusiva

Fiat Toro Endurance Turbo