Você está lendo...
Fiat, Hyundai e Toyota aumentam preços mesmo com IPI reduzido
Mercado

Fiat, Hyundai e Toyota aumentam preços mesmo com IPI reduzido

Picapes Fiat Strada e Toro receberam aumento mesmo após nova redução do IPI; Hyundai e Toyota também atualizaram suas tabelas de preços

Vagner Aquino, especial para o Jornal do Carro

16 de mai, 2022 · 8 minutos de leitura.

Fiat Pulse Drive 1.3 AT
Pulse ficou absurdos R$ 5.000 mais caro com novo aumento de preços na tabela da Fiat
Crédito:KRPIX/ESTADÃO

Desde o início de maio, as montadoras estão promovendo reajustes nos preços dos carros à venda no Brasil. Na última semana, a Jeep subiu as tabelas, e, agora, Fiat, Hyundai e Toyota pegaram carona e anunciaram novos valores para seus modelos fabricados no País.

Embora o decreto 11.055, de 28 de abril de 2022, tenha reduzido o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) de 25% para 35% desde o dia 1 de maio - o que abrange as picapes -, a Fiat subiu cerca de R$ 3.000 o valor das versões mais caras da Strada, bem como reajustou em R$ 2.000 na gama da Toro. Pela nova alíquota, conforme detalhamos no Jornal do Carro, a ideia era baixar os preços de picapes com peso bruto total de até 5 toneladas.

preços
Fiat/Divulgação

Entretanto, por causa de resquícios da pandemia, como a escassez de semicondutores, a marca italiana deixou a linha nacional até R$ 5 mil mais cara. A única boa notícia é que o Mobi - que concorre com o Renault Kwid (R$ 62.790) - passa a ser o carro 0-km mais barato do Brasil. O hatch parte de R$ 62.690 na versão Like. Já o Mobi Treeking subiu para R$ 65.690, e o Argo 1.0 não sai por menos de R$ 73.690. Ou seja, o antigo teto de R$ 70 mil, que antes englobava até SUVs compactos, já não serve nem ao carros de entrada à venda no País.

Fiat Pulse Drive 1.3 AT
KRPIX/ESTADÃO

Pulse salga preço em R$ 5.000

O maior aumento na gama Fiat fica com o Pulse. O SUV, que chegou ao "top 5" do ranking em abril, de acordo com dados da Fenabrave, está (bem) mais caro. Em maio, saltou para R$ 94.990 na versão de entrada Drive 1.3, que recebeu a alta de R$ 5 mil.


O único Fiat que não teve alteração nos preços foi o 500e. O hatch elétrico manteve o valor sugerido de R$ 255.990. Sobre queda, a Toro registrou preços mais baixos nas configurações 1.3 turbo flex. Enquanto a Endurance caiu de R$ 138.390 para R$ 137.098 (R$ 1.292 a menos), Freedom e Volcano baixaram, respectivamente, R$ 1.371 e R$ 1.521. Assim, por elas, a Fiat pede R$ 148.319 e R$ 162.270.



Hyundai também aumenta

Responsável pela gama HB20, HB20S e Creta, a Hyundai Motors Brasil (HMB) tem preços maiores em até R$ 2.300. A princípio, o HB20 está R$ 300 mais caro em quase todas as versões. Inclusive, no modelo de entrada, que vale R$ 70.990. Apenas o modelo Sport (1.0 turbo e câmbio automático) cobra R$ 800 a mais no preço (confira a tabela abaixo).

preços
Hyundai/Divulgação

Cabe enfatizar que o HB20S também gerou R$ 300 de acréscimo em todas as versões de acabamento. O SUV Creta, contudo, subiu R$ 1.300 na versão intermediária Platinum com teto solar (R$ 148.790) e salgados R$ 2.300 na Action 1.6. A antiga geração do SUV, portanto, não sai por menos de R$ 106.690. As variantes Comfort, Limited, Platinum sem teto e Ultimate subiram R$ 300.

HB20

  • Sense 1.0 (manual) - de R$ 70.690 para R$ 70.990
  • Vision 1.0 (manual) - de R$ 73.790 para R$ 74.090
  • Evolution 1.0 (manual) - de R$ 78.090 para R$ 78.390
  • Vision 1.0 turbo (automático) - de R$ 90.690 para R$ 90.990
  • Platinum 1.0 turbo (automático) - de R$ 91.290 para R$ 91.590
  • Platinum 1.0 turbo (automático) - de R$ 96.590 para R$ 96.890
  • Sport 1.0 turbo (automático) - de R$ 100.190 para R$ 100.990
  • Platinum Plus 1.0 turbo (automático) - de R$ 104.690 para R$ 104.990

HB20S

  • Vision 1.0 (manual) - de R$ 78.390 para R$ 78.690
  • Evolution 1.0 (manual) - de R$ 82.490 para R$ 82.790
  • Vision 1.0 turbo (automático) - de R$ 94.690 para R$ 94.990
  • Platinum 1.0 turbo (manual) - de R$ 95.090 para R$ 95.390
  • Platinum 1.0 turbo (automático) - de R$ 100.590 para R$ 100.890
  • HB20S Platinum Plus 1.0 turbo (automático) - de R$ 108.090 para R$ 108.390

Creta

  • Comfort 1.0 turbo (automático) - de R$ 115.490 para R$ 115.790
  • Limited 1.0 turbo (automático) - de R$ 129.790 para R$ 130.090
  • Platinum 1.0 turbo (automático) - de R$ 143.590 para R$ 143.890
  • Platinum 1.0 turbo com teto solar (automático) - de R$ 147.490 para R$ 148.790
  • Ultimate 2.0 (automático) - de R$ 160.690 para R$ 160.990
  • Creta Action 1.6 - de R$ 104.390 para R$ 106.690

Toyota eleva, mantém e até reduz preços

Na Toyota, a alta de preços dos modelos nacionais também chegou forte. A começar pelo Corolla, que veio mais caro em maio. E os aumentos chegam a R$ 3.720. Este é, portanto, o caso do modelo topo de linha Altis Hybrid Premium, que foi de R$ 183.370 para R$ 187.090.

Toyota corolla
Toyota/Divulgação

Nas versões a combustão, o modelo de entrada GLi passou de R$ 145.350 para R$ 146.390, ou seja, uma alta de R$ 1.040. A versão XEi foi de R$ 151.630 para R$ 152.690 (+ R$ 1.060). E a Altis Premium, que custava R$ 174.070, agora sai por R$ 175.390 (+ R$ 1.320). Na recém-lançada opção GR-S, o reajuste adiciona R$ 1.240 - de R$ 175.350 para R$ 176.590.

Já o Corolla Cross também aumentou, entretanto, a opção XR foi a único a manter seu preço. Permanece, portanto, em R$ 158.780. Por outro lado, a topo de linha XRX Hybrid Flex deu salto de R$ 4.030. Dessa forma, foi de R$ 200.160 para R$ 204.190.

Todavia, mesmo com tanto aumento, um ponto a ressaltar é a queda de preços do Yaris Sedan em todas as versões de acabamento. A topo de linha XLS, por exemplo passou de R$ 118.490 para R$ 117.590. Desse modo, reduziu R$ 900. O hatch Yaris, todavia, manteve os preços anteriores, com tabela que vai de R$ 92.690 a R$ 113.290.


O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Fiat Cronos  1.3 Drive
Oferta exclusiva

Fiat Cronos 1.3 Drive