Você está lendo...
Fiat Mobi fica mais econômico e faz até 15 km/l para 'peitar' novo Kwid
Lançamentos

Fiat Mobi fica mais econômico e faz até 15 km/l para 'peitar' novo Kwid

Com redução de 7,9% no consumo, Fiat Mobi agora alcança até 700 km de autonomia. Eis sua principal arma para peitar o reestilizado rival

Jady Peroni, especial para o Jornal do Carro

20 de jan, 2022 · 5 minutos de leitura.

Fiat Mobi 2022 inmetro
Fiat Mobi 2022 está disponível nas versões Like e Trekking
Crédito:Divulgação/Fiat

A disputa entre Fiat Mobi e Renault Kwid promete ser ainda mais acirrada em 2022. Nesta última quarta-feira (19), a Stellantis anunciou as novidades que o compacto da marca italiana vai trazer ao mercado. Já disponível para venda nas versões Like e Trekking, o modelo ganhou melhorias tecnológicas. No entanto, o principal destaque é a redução de 7,9% no consumo, segundo o grupo.

De acordo com os dados divulgados pela fábrica, o Fiat Mobi agora consegue rodar com 13,7 km com um litro de gasolina na cidade. Na estrada, a média fica em 15 km/l na estrada. O menor apetite resultou, inclusive, em uma autonomia de 700 km com um tanque de combustível. Os números não impressionam tanto com etanol, mas também não são ruins: na cidade, o modelo faz 9,6 k m/l e, na estrada, 10,4 km/l.

Fiat Mobi 2022
Divulgação/Fiat

Do limão, a limonada

Na realidade, a Fiat precisou fazer alterações no já conhecido motor 1.0 Fire Evo, de modo a se adequar às novas normas do Proconve L7. Então, já que o endurecimento dos limites de emissões lhe deu um limão, por que não fazer uma limonada? Afinal, vivemos tempos de preços dos combustíveis na estratosfera.

Em um cenário assim, nada melhor para a popularidade de um carro de entrada do que o anúncio da redução no consumo. Essa parece ser a estratégia da marca para conseguir competir de frente com o Renault Kwid, que acabou de ser reestilizado e ficou mais sofisticado.

Mas, como diz o ditado, não há almoço grátis. No geral, a recalibragem acabou diminuindo o desempenho do Mobi. São 2 cavalos a menos com gasolina e 1 a menos com etanol. Assim, a partir de agora, o Mobi entrega de 71 a 74 cv de potência, respectivamente. Já em relação ao torque, também houve uma pequena queda de 0,2 kgfm para os dois combustíveis. Agora ele entrega 9,3 a 9,7 mkgf.




Além disso, outro ponto que vai auxiliar o motorista a permanecer mais tempo longe do posto é o novo sistema de monitoramento contínuo da pressão dos pneus (IPTMS), que veio para integrar a lista de equipamentos. Ou seja, caso um dos pneus perca pressão, o condutor recebe um alerta e pode checar e corrigir o problema rapidamente. Dessa forma, os pneus sempre permanecem com a calibragem adequada, fator fundamental para a economia de combustível.

Por fim, a montadora afirmou que, quem preferir utilizar etanol ao invés de gasolina, terá partidas mais rápidas no novo Mobi. O hatch agora conta com sistema de pré-aquecimento de combustível, que dispensa o tanque auxiliar de gasolina, facilitando a ignição.

Fiat Mobi 2022
Divulgação/Fiat

Itens de série  

No mais, o Fiat Mobi 2022 segue com equipamentos de série como ar-condicionado, direção hidráulica, vidros e travas elétricas, freios ABS, sistema de frenagem de emergência e airbag duplo. Mas, também há uma ampla lista de opcionais como, por exemplo, volante multifuncional, bluetooth com conexão simultânea para até dois smartphones e sistema multimídia UConnect com tela de 7 polegadas. Nessa, há conexão Android Auto e Apple CarPlay sem fio.

Para quem se interessar, o hatch na versão Like está saindo pelo preço médio de R$62.950 de acordo com o site da montadora. Já o modelo Trekking, está a partir de R$66.046.


O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Fiat Mobi Like
Oferta exclusiva

Fiat Mobi Like