Você está lendo...
Fiat Titano chega em março com preço para bater Hilux e Ranger
Segredos

Fiat Titano chega em março com preço para bater Hilux e Ranger

Primeira picape média da Fiat no Brasil, Titano virá importada do Uruguai repleta de equipamentos modernos e com preço competitivo

Diogo de Oliveira

10 de fev, 2024 · 6 minutos de leitura.

Publicidade

Fiat Titano 2025
Feita no Uruguai, Fiat Titano vai estrear no Brasil em março para ser uma das picapes médias mais vendidas do País
Crédito:Reprodução/@showroomvoiture

O segmento de picapes promete mais um ano quente de lançamentos. E a categoria de médias é a que receberá maior atenção das fabricantes em 2024. Há pelo menos quatro novidades confirmadas para os próximos meses. Pois essa maratona terá início agora em março, com a Fiat Titano. Feita na fábrica da Nordex, no Uruguai, a inédita picape vai lançar a marca italiana no segmento dominado por Toyota Hilux, Ford Ranger e Chevrolet S10.

Fiat Titano mais barata que Ranger?

Dentro da linha de picapes da Fiat, a Titano ficará posicionada acima da Toro. Ou seja, sua versão de entrada deverá custar um pouco acima das versões Ranch e Ultra da picape intermediária, atualmente com tabela de R$ 212.990. Assim, há margem para o modelo se tornar a picape média mais acessível da categoria. Afinal, a nova Ford Ranger parte de R$ 234.990 importada da Argentina, enquanto a atual Chevrolet S10 começa em R$ 247.860.

Fiat Titano
Fiat/Divulgação

Publicidade


Caso tenha preço muito competitivo, na faixa de R$ 220 mil, a Fiat Titano pode incomodar até a imbatível Toyota Hilux, líder absoluta de vendas da categoria (veja aqui o ranking). Isso porque o modelo da marca japonesa, também montado na Argentina, parte de R$ 242.590. Some-se a isso o fato de que a picape da marca italiana contará com uma das maiores redes de concessionários no País, algo que deve contribuir para o seu sucesso por aqui.



Fiat Titano tem alma e estilo de Peugeot

Não é segredo para ninguém que a Fiat Titano é, na verdade, a Peugeot Landtrek, picape média que foi desenvolvida em parceria com os chineses da Changan. O modelo, aliás, seria lançado no Brasil e estava confirmado desde antes da Pandemia. Entretanto, após a fusão da PSA Peugeot Citroën com a Fiat-Chrysler, dando origem ao grupo Stellantis, os planos foram cancelados. E decidiu-se fazer a picape com o escudo da Fiat, dada a sua força com Strada e Toro.

Fiat Titano picape
Fiat/Divulgação

Pois bem, pouquíssimo da Landtrek foi alterado neste rebadge para a Fiat Titano. O interessante é que a picape deverá ter preço competitivo, mas com conteúdos modernos, como a tela multimídia de 10" com espelhamento sem fio com Android Auto e Apple Carplay. Além disso, haverá ar-condicionado automático e digital de duas zonas, tela configurável no quadro de instrumentos, monitor de pressão dos pneus e faróis e lanternas de LEDs.

Em relação ao tamanho, a Fiat Titano vai manter basicamente as mesmas dimensões da Landtrek. São 5,33 metros de comprimento, 1,96 m de largura, 1,82 m de altura e 3,18 m de distância entre-eixos. Já a capacidade de reboque pode ser de 3 toneladas, enquanto a de carga ficará em 1 tonelada - ou seja, ficará na média da categoria.

Fiat Titano picape
Fiat/Divulgação

Motor da Titano muda

Na Argélia, a Fiat Titano já está nas lojas com o mesmo motor da Peugeot Landtrek. Assim, traz sob o capô o 1.9 turbodiesel de 150 cv e 35,7 mkgf de torque. Este oferece opções de câmbios manual ou automático de 6 marchas. Com o conjunto, a picape alcança velocidade máxima de 171 km/h. A tração é 4x2 nas versões mais baratas, enquanto os modelos de topo - como a Endurance+ e a Volcano, previstas para o Brasil - têm tração 4x4.

Entretanto, a mecânica será outra no Brasil. Aqui, a picape da Fiat vai usar um motor turbodiesel com tração 4x2 e opção de 4x4 reduzida. Mas este deverá ser o 2.2 turbodiesel de 200 cv e 45,9 mkgf presente nas vans da Stellantis (Citroën Jumper, Fiat Ducato e Peugeot Boxer). Além disso, a picape deve oferecer câmbio automático de 6 marchas, com modos Eco e Sport, bloqueio do diferencial traseiro e controle eletrônico de descida (HDC).

Siga o Jornal do Carro no Instagram!


O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Toyota Hilux SRX Plus une luxo com esportividade da GR-Sport e custa menos
Deixe sua opinião