Você está lendo...
Flagra: Chevrolet Montana aparece camuflada, mas mostra o visual
Notícias

Flagra: Chevrolet Montana aparece camuflada, mas mostra o visual

Com porte similar ao da Fiat Toro, nova Chevrolet Montana revela faróis bipartidos e rodas maiores; picape deve ser revelada ainda neste ano

Jady Peroni, especial para o Jornal do Carro

26 de abr, 2022 · 5 minutos de leitura.

Chevrolet Montana
Nova Montana deve chegar às lojas da Chevrolet no começo de 2023
Crédito:Reprodução/Renato Maia - Falando de Carro

Um novo flagra da Chevrolet Montana, desta vez feito no Brasil, finalmente revela um pouco mais do visual da picape. Embora ainda apareça totalmente camuflada, é possível ver, pela primeira vez, detalhes da dianteira, como os faróis divididos em dois nichos, ao estilo Fiat Toro. O desenho, inclusive, vai de encontro às projeções publicadas meses atrás aqui no Jornal do Carro. A nova Montana, portanto, já encara os testes de rua por aqui. A revelação deve acontecer até o fim deste ano, com lançamento previsto para o início de 2023.

Nas imagens feitas pelo jornalista Renato Maia, do canal Falando de Carro, a nova Chevrolet Montana aparece com visual mais aventureiro, e traz um santantônio e para-lamas mais largos. De acordo com Maia, o porte será bem próximo ao da Toro, mas um pouco maior que o da Renault Oroch - suas principais rivais. Aliás, o modelo terá a plataforma global GEM, mesma base do SUV Tracker, do hatch Onix e do sedã Onix Plus. Portanto, deverá ter 4,5 metros a 5 metros de comprimento. Em outras palavras, será uma picape intermediária.

Nova Chevrolet Montana
Reprodução/Renato Maia/Falando de Carro

Pegada esportiva

A julgar pelo design, a nova Montana parece bastante inspirada no Trailblazer dos Estados Unidos e da China - que é diferente do SUV de 7 lugares derivado da picape S10. Mesmo com a camuflagem, pode-se notar vincos bem presentes no capô, bem como o conjunto óptico bipartido. Sendo assim, as luzes diurnas ficam na parte superior, enquanto os faróis de LEDs ficam no para-choque. Já nas laterais, o destaque são as caixas de rodas mais parrudas.



Outro detalhe que chama atenção na Chevrolet Montana flagrada é o tamanho das portas de trás. Elas são bem largas, o que indica que a picape focará o conforto. Na traseira, há uma possível conexão entre as lanternas. No mais, também temos a presença de sensores de obstáculos e câmera de ré. A abertura da caçamba será convencional.

Reprodução/Renato Maia/Falando de Carro

Motor é uma incógnita

Até o momento, não se sabe ao certo qual será o conjunto mecânico da picape, que terá produção na fábrica de São Caetano do Sul, no ABC paulista. No entanto, espera-se que, no mercado brasileiro, ela seja equipada com o 1.2 turbo flexível, do Tracker, que entrega 133 cv de potência e 21,4 mkgf de torque. Haverá opção de câmbio manual e automático, ambos de seis marchas. A tração será somente dianteira. Isso porque, por conta da plataforma, o modelo não comporta a opção 4x4.

Kleber Silva/KDesign AG

Na China, a picape deverá ter motor 1.3 turbo a gasolina de 163 cv, o mesmo que equipa o Trailblazer por lá. Mas, caso a GM queira colocar a nova Montana na briga por volume até contra a líder de vendas, Fiat Strada, é possível ter o 1.0 turbo flex da linha Onix. Ele gera até 116 cv e 16,8 mkgf. Por fim, as estimativas apontam que a nova picape da Chevrolet, que tem uma proposta mais urbana, terá preços entre R$ 120 mil e R$ 150 mil. Nesse sentido, a Montana também ficará bem distante da Ford Maverick, que vem do México na versão topo de linha Lariat FX4, ao preço de R$ 235.190.


O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Chevrolet Tracker 1.2 Turbo Premier
Oferta exclusiva

Chevrolet Tracker 1.2 Turbo Premier