Você está lendo...
Ford Bronco Raptor tem motor V6 de 406 cv e suspensão modificada
Notícias

Ford Bronco Raptor tem motor V6 de 406 cv e suspensão modificada

SUV da Ford recebeu modificações estéticas e mecânicas para se tornar concorrente a altura do Jeep Wrangler Rubicon; suspensão tem base em modelo da Ultra4

Vagner Aquino, especial para o Jornal do Carro

25 de jan, 2022 · 9 minutos de leitura.

Ford
Ford Bronco Raptor tem suspensão retrabalhada e até 35 centímetros de curso
Crédito:Ford/Divulgação

Inspiração na Ultra-4 Racing (corrida off-road voltada à veículos 4×4), visual robusto e motorzão de 405 cv. Essas são algumas das credenciais do novo Ford Bronco Raptor, que foi apresentado nesta segunda-feira (24) pela marca americana. A ideia é ser o modelo mais eficaz no fora-de-estrada já feito pela montadora.

Já de início, cabe salientar que o Ford Bronco Raptor não tem planos de desembarcar no Brasil. Nos Estado Unidos, a apresentação oficial será em dois meses, mas as entregas ficam para o terceiro trimestre. Os preços partirão de US$ 69.995 (pouco menos de R$ 385 mil, na conversão direta).

Ford Bronco Raptor
Ford/Divulgação

Como é o Bronco Raptor?

A versão topo de linha da família Bronco, assim como outros modelos Raptor, recebeu suspensão off-road especial. Tem carroceria sobre chassi e porte semelhante ao Jeep Wrangler Rubicon - que agora vai precisar se preocupar com a presença do rival da Ford.

Para essa briga, o modelo aposta em uma série de novidades. E, como certamente você ficou curioso para saber porque as rodas do Bronco Raptor aparecem desalinhadas na foto de abre desta reportagem, vamos começar detalhando o sistema de suspensões.

Suspensões

Com base nos veículos que disputam a Ultra4, a suspensão do Bronco Raptor foi feita em parceria entre a Ford Performance e a FOX. Dentre as características, o conjunto traz reforços estruturais e, além disso, fornece adicional com 50% a mais de rigidez torcional quando comparado ao Bronco convencional.


Ford Bronco Raptor
Ford/Divulgação

De acordo com a Ford, o sistema de suspensão tem configuração semelhante à F-150 Raptor. Na prática, oferece amortecedores semiativos que monitoram a altura de cada roda centenas de vezes por segundo. O ajuste é feito, automaticamente, de acordo com a necessidade. São, portanto, até 33 centímetros de curso na suspensão dianteira e 35 cm na traseira. Aumento, em síntese, de 60% e 40%, respectivamente na comparação com o Bronco. A altura em relação ao solo é de 33,1 cm.

Placas foram colocadas por baixo do veículo para proteger toda a parte inferior, evitando choques com as caixas de câmbio e de transferência, por exemplo. O chassi recebe reforço na barra transversal.


Para quem gosta de trilhas, a Ford adicionou um modo de condução one pedal (freia e acelera em um único pedal) ao Bronco Raptor. A capacidade de reboque do SUV foi elevada. O modelo é capaz de puxar até 2.041 kg. Ou seja, 454 kg a mais do que o modelo convencional.

Visual

O para-choque dianteiro é feito em aço de alta resistência e há funcionalidades como ganchos de reboque integrados. Os painéis dianteiros e traseiros, para-lamas e apliques de porta são exclusivos da configuração Raptor - por isso os 25 cm extras na largura em relação ao modelo base.

Moldados em chapa, os para-lamas dianteiros têm aberturas para resfriar o motor. O capô também tem dutos de resfriamento adicionais.


As enormes caixas de rodas abrigam os pneus todo-terreno de 37" feitos pela BF Goodrich. As rodas, por sua vez, têm 17".

Ford Bronco Raptor
Ford/Divulgação

Já os faróis têm luzes de circulação diurna na cor âmbar. A grade traz o nome "Ford" em letras garrafais. No para-choque dianteiro vão os faróis de neblina (iluminados por LEDs). Portas e teto são removíveis. No total, são 10 cores disponíveis.


Interior e motor

No habitáculo, o painel de instrumentos com tela de 12" é um dos principais destaques, assim como a central multimídia Sync 4 - de mesmo tamanho. Câmeras externas para visualização 360 ??graus estão no pacote. No acabamento, detalhes em tom laranja e abuso de fibra de carbono no volante e na alavanca do câmbio. Os bancos têm revestimento em vinil e tem piso lavável.

Ford Bronco Raptor
Ford/Divulgação

Com medidas mais avantajadas que o Bronco convencional, o grandalhão mede 4,85 metros de comprimento, 1,98 m de altura e 2,18 m de largura. O motor também é maior. Sai de um 2.7 V6 turbo de 330 cv para um 3.0 V6 EcoBoost com potência superior a 400 cv. A Ford preferiu deixar dados como cavalaria e torque para uma segunda oportunidade.


Ford Bronco Raptor
Ford/Divulgação

Oferecido no Explorer ST, o motor tem preparação específica para o Bronco Raptor. Mudanças no sistema de exaustão e admissão e novo intercooler estão entre as novidades, que visam, inclusive, suportar as temperaturas mais altas do deserto. No entanto, sabe-se que o propulsor atual é feito em ferro grafite. Nesse sentido, é mais pesado que a unidade em alumínio da versão convencional. Tem, por fim, modos de exaustão selecionáveis, sete diferentes tipos de condução e une-se ao câmbio automático de 10 marchas.

Bronco no Brasil

Lançado em maio no Brasil, o Bronco Sport ainda não decolou por aqui. No ano passado, o modelo havia emplacado total de 1.050 unidades, segundo a Ford do Brasil, e sequer apareceu na lista da Fenabrave. Apesar de todos os atributos, o modelo veio numa faixa de preço que vai além do ticket médio do consumidor local. Custa, portanto, R$ 272.650 na única versão de acabamento disponível: Wildtrak.


Ford Bronco
Ford/Divulgação

Com a ideia de concorrer com modelos como Audi Q3, BMW X1 e Land Rover Discovery Sport, o SUV 4x4 importado do México tem motor 2.0 turbo Ecoboost. O propulsor, que até já equipou o sedã Fusion, rende 240 cv de potência e tem ótimo torque: 38 mkgf. Ou seja, fica acima dos 35,7 mkgf do motor 2.0 turbo diesel do Jeep Compass.

Irmã do Bronco chega em breve ao Brasil

Enquanto os norte-americanos recebem o Bronco Raptor, o consumidor brasileiro espera, ansiosamente, um modelo de peso pertencente a outra categoria. Estamos falando da picape Maverck. Ela chega para concorrer no segmento de picapes compactas ainda neste semestre - provavelmente, em fevereiro.


Ford
Ford/Divulgação

Também feita no México, o modelo virá em versão única, Lariat FX4 que, de acordo com a empresa, tem perfil off-road e atributos para atrair tanto os fãs de aventura quanto quem usa o veículo predominantemente na cidade. Os preços não foram informados, entretanto, não devem ficar abaixo dos R$ 200 mil. Na mecânica, terá motor 2.0 a gasolina (como no Bronco) e câmbio automático de oito marchas. A tração é integral.

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se

Ford Bronco Sport
Oferta exclusiva

Ford Bronco Sport