Ford Mustang Mach-E GT Performance
Diogo de Oliveira/Estadão

Ford Mustang Mach-E e F-150 elétrica encalham nas concessionárias

Modelos elétricos da Ford tem baixa procura em concessionários, e força montadora a criar 2 novos sistemas de aluguel, para retomar interesse do público

Por Rodrigo Tavares 02 de fev, 2024 · 5m de leitura.

A Ford anda tendo problemas para vender seus modelos elétricos nos EUA. Modelos como o Mustang Mach-E, que o Jornal do Carro já conheceu em detalhes, e a picape elétrica F-150 Lightning estão encalhando nas concessionárias da marca no país. Isso força a montadora a tomar algumas medidas drásticas.

No caso do SUV elétrico, por exemplo, a marca do oval azul sugere aos lojistas que aluguem o modelo, dada a baixa procura. E não é apenas na Ford que a rejeição a elétricos acontece, uma vez que a GM anunciou que incluirá modelos híbridos entre seus lançamentos esse ano. Já a Stellantis adiou o lançamento de seu primeiro EV por lá.

Ford/Divulgação
Ford/Divulgação

Constatou-se que as vendas de modelos elétricos resultam em prejuízo às montadoras, levando a duas opções: aumentar a produção destes modelos e esperar que a economia de escala os tornem rentáveis, ou cortar a produção, sem esperar pela rentabilidade. A última opção tem sido a escolhida pelas grandes marcas, visando a renda a curto prazo, por exemplo.

A Ford, entretanto, é um caso à parte nessa história. Por um lado, alardeou o aumento das vendas de seus EVs, mas por outro, cortou a produção desses veículos pela metade para 2024. Alegou-se que as pessoas não estão tão dispostas a ter um elétrico em casa. É praticamente o mesmo caso da GM, mas que no caso da outra grande marca americana, fez surgir a necessidade de reintegrar híbridos à sua linha de lançamentos.

Ford cria dois sistemas de aluguel de elétricos


Assim, os modelos da Ford começam a acumular nos revendedores, o que pode resultar em admitir de que sua estratégia para elétricos não deu certo. A montadora tenta agora, através de dois programas, chamados Dealer Daily Rental (DDR) e Ford Rent-A-Car (FRAC), reverter a situação, disponibilizando seus elétricos para aluguel. A marca deseja que até os acostumados a modelos a combustão se interessem pelas novas opções. Entretanto, segundo o site CarsDirect, mais de 17 mil Mach-Es continuam no pátio das concessionárias, esperando interessados. 

Todos os Mustang Mach-E 2023 são elegíveis para participar dos programas, mas a montadora prioriza modelos mais completos. Há ainda um desconto de US$ 1,750 nos modelos Mach-E Premium e GT, e pode favorecer tanto a marca quanto os interessados no aluguel, que podem ter o modelo em mãos sem comprá-los em definitivo. Entretanto, isso pode gerar outro encalhe: o de Mach-Es usados, mas esse é um problema para o futuro.

O Jornal do Carro também está no Instagram!


O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Ranger Raptor no Brasil! Veja como é a versão extrema da picape da Ford

Newsletter Jornal do Carro

Complete seu cadastro para receber as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.

Campo obrigatório
Tudo certo!

Seu cadastro foi enviado. Em breve você receberá as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.