Diogo de Oliveira, Especial para o Estado

01/03/2021 - 4 minutos de leitura.

GM paralisa produção do Onix por falta de peças e pode demorar 5 meses para voltar

Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos de Gravataí (RS), a GM deu férias coletivas até abril e, depois, fará lay-off de até cinco meses

Fábrica GM Gravataí
Linha de montagem da fábrica da GM em Gravataí, no Rio Grande do Sul Crédito: GM/Divulgação
Carro

Vai comprar um 0km? Nós te ajudamos a escolher.

A General Motors do Brasil vai desligar temporariamente as máquinas da fábrica de Gravataí, no Rio Grande do Sul, onde produz o Novo Onix hatch e o sedã Onix Plus. A informação foi dada por Valcir Ascari, presidente do Sinmgra, o Sindicato dos Metalúrgicos local, ao portal de notícias Automotive Business. Segundo Ascari, a GM deu férias coletivas até abril para os 2.000 funcionários da fábrica gaúcha.

O motivo é a falta de componentes. Sobretudo conteúdos eletrônicos essenciais para os dois modelos. A situação é tão difícil que a GM pode levar até 5 meses para, então, retomar os níveis de produção dos últimos meses. Isso porque, após as férias forçadas, a montadora vai retornar com apenas um dos dois turnos. E por causa disso, colocará a metade dos funcionários em lay-off.

Onix GM
Chevrolet/Divulgação

GM nega paralisação

Procurada para esclarecimentos, a GM não confirmou a paralisação da produção em Gravataí. Em nota, a fabricante apenas reconheceu as dificuldades com a falta de suprimentos, sem mencionar, entretanto, que medidas adotará para contornar a situação.

“A cadeia de suprimentos da indústria automotiva na América do Sul tem sido impactada pelas paradas de produção durante a pandemia. E pela recuperação do mercado mais rápida que o esperado. Isso tem o potencial de afetar de forma temporária e parcial nosso cronograma de produção. Estamos neste momento trabalhando com fornecedores e sindicato para mitigar os impactos gerados por esta situação”, diz o comunicado da GM.

Inscreva-se no canal do Jornal do Carro no YouTube

Veja vídeos de testes de carros e motos, lançamentos, panoramas, análises, entrevistas e o que acontece no mundo automotivo em outros países!

Inscrever-se

Segundo Valcir Ascari, uma proposta de lay-off entrou em pauta na última semana na assembleia virtual do Sinmgra. O texto diz que os funcionários que ficarem em casa receberão parte dos vencimentos, bem como farão cursos de requalificação. Em contrapartida, a GM não poderá, portanto, demitir durante o período, que pode durar de dois a cinco meses. Ficando, assim, sob pena pagar uma multa de dois salários para cada funcionário eventualmente cortado.

GM Onix Plus
GM/Divulgação

Liderança de mercado em jogo

Se confirmada a paralisação na fábrica de Gravataí (RS), o Chevrolet Onix e o sedã Onix Plus podem perder posições importantes no ranking de vendas. Em 2020, os modelos lideraram com folga os emplacamentos de hatches e sedãs compactos, somando expressivas 218 mil unidades. Em janeiro deste ano, a GM manteve o ritmo e produziu entre 18 mil e 19 mil modelos da dupla. Contudo, sem a produção no Sul, a tendência é de que ambos fiquem sem estoques e sofram quedas drásticas nas vendas.



Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais